Cachoeiras do Prata e São Romão, Chapada das Mesas

Este é o nosso primeiro post sobre a Chapada das Mesas no Maranhão. Um destino encantador que nos surpreendeu com tantas belezas naturais.

É necessário um dia completo para visitar ambas as cachoeiras do Prata e São Romão sem correria.  

Partimos do município de Carolina (MA), que é a base principal para quem visita a Chapada das Mesas. Após 30 km de uma estrada asfaltada e um pequeno trecho de estrada de chão  fizemos uma parada para admirar o Morro das Figuras, uma série de formações rochosas com formatos inusitados (Tem até o “dedo do ET” ou outra coisa que sua imaginação acreditar que seja…rsss).

Chapada das Mesas
Dedo do ET
Chapada das Mesas
Formações rochosas com formatos inusitados
Chapada das Mesas
Formação rochosa parecida com uma “galinha”
Chapada das Mesas
Partimos para mais um pequeno trecho de carro em estrada de chão para conhecer a cachoeira do Prata
Cachoeira do Prata

Logo após gastarmos toda a nossa imaginação nas formações, partimos para mais um pequeno trecho de carro em estrada de chão para conhecer a cachoeira do Prata, que faz a divisa dos municípios de Carolina e Estreito.  É necessário pagar uma taxa de entrada para manutenção da área já que a cachoeira fica em propriedade particular.  Um cafezinho de bule e água de filtro de barro são cortesia para os turistas antes de pegarem uma trilha fácil e uma pequena ponte de madeira para chegar até a cachoeira.

+ Encontre seu hotel em Carolina Maranhão e garanta os melhores preços!

A cachoeira do Prata é formada por 2 quedas d´água (no período de estiagem) de cerca de 26 metros que se juntam para formar uma grande queda com um volume razoável de água na época das chuvas.

Cachoeira do Prata Chapada das Mesas
A cachoeira do Prata faz a divisa dos municípios de Carolina e Estreito
Cachoeira do Prata Chapada das Mesas
A cachoeira do Prata é formada por 2 quedas d´água (no período de estiagem) de cerca de 26 metros
Cachoeira do Prata Chapada das Mesas
Cachoeira do Prata
Cachoeira do Prata Chapada das Mesas
Após curtirmos a beleza da cachoeira do Prata, partimos para mais 30 km de estrada arenosa para chegar até a cachoeira São Romão
Cachoeira São Romão

Após curtirmos a beleza da cachoeira do Prata, partimos para mais 30 km de estrada arenosa para chegar até a cachoeira São Romão. Optamos por almoçar no restaurante da cachoeira São Romão antes de conhecer a cachoeira. Os pratos são simples, mas muito saborosos. Provamos a galinhada, uma porção que serviu bem 3 pessoas (acompanha salada, arroz, feijão, farofa e macarrão a vontade).

Após um breve descanso pós-almoço, partimos para uma leve caminhada em direção a São Romão. O primeiro contato com a cachoeira é de cima sobre a sua cabeceira, para após descer e avistar uma prainha e logo atrás a enorme cachoeira São Romão. De baixo dá para se ter uma maior ideia do seu tamanho. Impressiona o volume de água, além da sua fotogenia.

Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
O primeiro contato com a cachoeira São Romão é de cima sobre a sua cabeceira
Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
A cachoeira São Romão impressiona pelo volume de água
Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
A prainha e logo atrás a enorme cachoeira São Romão

As águas do rio em que desembocam a cachoeira são um convite para um banho refrescante. Há locação de caiaques no local ao custo de 10 reais/por pessoa para chegar bem próximo da cachoeira. Outra incrível experiência foi ter entrado embaixo da cachoeira por uma passagem  lateral. O barulho e vapor das águas são insanos e não há como sair seco se for até lá, então tome cuidado com celulares e máquinas fotográficas.

A energia é incrível e saímos de lá revigorados pelas suas águas e ansiosos pela próxima maravilha que a chapada das mesas iria nos oferecer.

O guia que nos acompanhou neste passeio foi o Zeca (Zecatur), indicação do Ilton (Iltontur) que montou a logística e nos acompanhou em todos os demais passeios. Ambos são muito competentes, responsáveis e muito pontuais. Indicamos sem medo!

Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
Há locação de caiaques no local para chegar bem próximo da cachoeira
Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
As águas do rio em que desembocam a cachoeira são um convite para um banho refrescante
Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
Outra incrível experiência foi ter entrado embaixo da cachoeira por uma passagem lateral
Cachoeira São Romão Chapada das Mesas
O barulho e vapor das águas são insanos e não há como sair seco se for até lá
Como Chegar

Cerca de 30 km de estrada asfaltada muito boa (BR – 230 EM DIREÇÃO A ESTREITO, KM 26)  e sofridos 50 km de estrada de chão passando por propriedades particulares;

Informações Úteis
  • O trecho de estrada de chão é bem irregular e com areia fofa, com bifurcações abertas devido a trechos precários, além de ter diversas porteiras e colchetes (porteira rústica de arame e estacas) pelo caminho (recomendado apenas para veículos 4×4 e guias que conheçam a região);
  • É necessário pagar uma taxa de 15 reais por pessoa para acessar cada uma das cachoeiras;
  • O guia que nos acompanhou neste passeio foi o Zeca (Zecatur), indicação do Ilton (Iltontur) que montou a logística e nos acompanhou em todos os demais passeios;
  • É recomendável reservar o almoço na cachoeira São Romão com o seu guia;
  • Há uma simples estrutura turística na entrada das duas cachoeiras com toaletes e lanchonete;
  • Nossa visita ocorreu na segunda quinzena de junho/2018
  • Post atualizado em 19 de julho de 2018.
  • Todos os dados deste blog são apenas informativos, os passeios poderão sofrer alterações sem aviso prévio. Recomendamos consultar também os sites oficiais das atrações.
Veja também
Assista nosso vídeo: Cachoeiras do Prata e São Romão

Já esteve na Chapada das Mesas? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha gostado e ficamos à disposição para esclarecimento de dúvidas, sugestões ou críticas. Salve este post no seu pinterest e acompanhe nossos painéis de viagem!

Um grande abraço,

Marcelo & Paula

Cachoeiras Chapada das Mesas

Voltar ao topo


Leia mais
Anúncios
Planeje sua viagem
Quando você clica e compra através dos links e banners exibidos pelo blog Documento de Viagem, é gerada uma pequena comissão para o site que não altera o valor do produto final para o leitor e você ainda ajuda a manter o blog. Obrigado!
Booking.com

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e por Paula Costa, formada em Pedagogia e Gestão de Recursos Humanos. O casal mora em São Paulo/Brasil e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências de viagem, bem como inspirar outros viajantes a continuarem viajando.

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: