O que fazer em Lisboa: 24 atrações imperdíveis na capital portuguesa

Olá Viajantes, o post de hoje é sobre a cidade de Lisboa, um destino que remonta aos antepassados históricos do nosso Brasil. Apesar de estar no velho continente, Lisboa se renovou e tem sido apontada como um dos destinos mais trendys pelos turistas. Quer saber por quê?

Fundada no século XII a. C., a cidade apresenta inúmeras riquezas históricas e paisagens de tirar o fôlego. Mas não para por aí! As pessoas são hospitaleiras e a familiaridade com o idioma nos faz sentir em casa. Por conta disso, o turismo que já era bastante desenvolvido, cresceu ainda mais e atualmente é um dos lugares mais visitadas pelos brasileiros dentro do continente europeu.

Pois bem, a capital portuguesa respira arte e cultura em todas as formas. Além disso, conta com inúmeras construções históricas, que incluem o Castelo de São Jorge, a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos. Outros destaques ficam para o Fado, música tradicional portuguesa, para a gastronomia, influenciada pela proximidade com o mar e para os deliciosos doces, sendo o mais famoso, o pastel de Belém.

Confira agora pontos turísticos que merecem ser visitados!

Navegue por tópicos

O que fazer em Lisboa
Vista panorâmica da cidade de Lisboa e do rio Tejo

O que fazer em Lisboa?

  1. Castelo de São Jorge
  2. Miradouros de Lisboa
  3. Mosteiro dos Jerónimos
  4. Oceanário de Lisboa
  5. Padrão dos Descobrimentos
  6. Torre de Belém
  7. Cascais e Estoril

8. Bairro de Belém

O Bairro de Belém é um dos mais conhecidos em Lisboa, já que concentra inúmeras atrações históricas, como o Mosteiro dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos, a Torre de Belém, além da antiga confeitaria de Belém, inclusive, sendo possível fazer estes passeios em um único dia.

Ainda nos arredores você poderá visitar o Centro Cultural Belém, o Museu Nacional de Arqueologia e o Museu da Marinha. E tem mais, o bairro de Belém fica a poucos quilômetros do centro de Lisboa e o jeito mais fácil de chegar é descendo na estação de metrô Cais de Sodré.

+ Encontre seu hotel em Lisboa e garanta os melhores preços!

Onde fica Lisboa
A Ponte 25 de abril, o Farol e a o Padrão dos Descobrimentos (ao fundo)
Mosteiro dos Jerónimos
Mosteiro dos Jerónimos
Padrão dos Descobrimentos
Padrão dos Descobrimentos
Torre de Belém
Torre de Belém

9. Farol de Belém

O Farol foi construído em 1940, para a Exposição do Mundo Português junto ao rio Tejo em Lisboa. Atualmente está desativado e sua construção permanece em ótimas condições até hoje. Está localizado entre a Torre de Belém e o Padrão dos descobrimentos.

Farol de Belém
Farol de Belém

10. Marina de Lisboa

É uma das marinas mais modernas de Portugal, está localizada no Bairro de Belém e costuma ser bastante movimentada durante o dia e noite. Além disso, é um lugar ideal para ver os barcos ou simplesmente para curtir o agito dos bares e restaurantes que estão localizados em seu entorno. Aliás, vale dizer que muitas dessas embarcações pertencem às companhias de turismo que atracam em Lisboa para fazer vários passeios.

Vai alugar um carro? A nossa parceira RentCars te ajudará a encontrar os melhores preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura.

Marina de Lisboa
Marina de Lisboa
Cruzeiro em Lisboa
Cruzeiro em Lisboa

11. Bairro de Chiado

Localizado na parte alta, o Bairro de Chiado está cercado pela cultura e alma boêmia de Lisboa. A região tem intensa vida cultural, noturna e atrai inúmeros turistas em busca de agito e bons restaurantes. Lá encontramos cafés, teatros, galerias e apresentações de artistas de rua.

Reserve um tempinho em seu roteiro para explorar os principais pontos turísticos, como: o Convento do Carmo, o elevador de Santa Justa, os Armazéns de Chiado, o Miradouro de Santa Catarina, a antiga Livraria Bertrand, aberta desde 1732, e o centenário Café à Brasileira, localizado no mesmo prédio onde nasceu o poeta Fernando Pessoa. Incrível, não?!

Para chegar à região basta descer no metrô Baixa-Chiado.

Bairro de Chiado
Localizado na parte alta, o Bairro de Chiado está cercado pela cultura e alma boêmia de Lisboa
O que fazer em Lisboa
A região tem intensa vida cultural, noturna e atrai inúmeros turistas em busca de agito e bons restaurantes
Bairro de Chiado
No Bairro de Chiado há diversos cafés, teatros, galerias e apresentações de artistas de rua
Lisboa onde se hospedar
Reserve um tempinho em seu roteiro para explorar os principais pontos turísticos do Bairro de Chiado
Convento do Carmo
Convento do Carmo
Elevador de Santa Justa
Elevador de Santa Justa

12. Bairro de Alfama

Trata-se do bairro mais antigo e tradicional de Lisboa, sobreviveu ao terremoto de 1755, e hoje é conhecido por abrigar um dos mais lindos mirantes da cidade, o Miradouro de Santa Luzia e o imponente Castelo de São Jorge. Pois bem, caminhando pelo bairro você vai encontrar várias atrações, como: o Museu de Artes Decorativas Portuguesas, a Feira da Ladra, a Igreja de Santa Engrácia “Panteão”, o Museu do Fado e vários restaurantes.

Para chegar até o bairro de Alfama, você poderá embarcar no Eléctrico 28 (Bonde), ou subir a pé uma ladeira em direção ao Castelo de São Jorge, no entanto, se for encarar a caminhada é interessante usar sapato confortável, protetor solar, boné e levar uma garrafa de água para se hidratar, certo?

+ Encontre seu hotel em Lisboa e garanta os melhores preços!

Miradouro de Santa Luzia
Miradouro de Santa Luzia
Castelo de São Jorge
Castelo de São Jorge visto a partir do Elevador de Santa Justa

13. Bairro da Baixa

Situado na região central de Lisboa, o Bairro da Baixa foi completamente reconstruído após o devastador terremoto de 1755. Conta com importantes atrações turísticas de Lisboa e está localizado entre os bairros de Alfama e Chiado. Inclusive, vale dizer que durante o nosso passeio visitamos o Elevador de Santa Justa, Praça do Comércio, Praça do Rossio, Rua Augusta e o Parque Eduardo VII.

Onde é Lisboa
Situado na região central de Lisboa, o Bairro da Baixa foi completamente reconstruído após o devastador terremoto de 1755
Praça do Rossio
Praça do Rossio
Rua do Carmo
Rua do Carmo
Parque Eduardo VII
Parque Eduardo VII

14. Praça do Comércio

Situada junto ao rio Tejo, a Praça do Comércio é uma das maiores da Europa com cerca de 36 mil metros quadrados. E tem mais, a região foi endereço de importantes governantes, como o rei D. Manuel I. Pois bem, a praça possui localização privilegiada com acesso para a Rua Augusta e a Baixa de Lisboa.

As estações de metrô mais próximas são: Baixa-Chiado, Terreiro do Paço e Rossio.

Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! Insira o código DOCVIAGEM5 e ganhe 5% de desconto na escolha do seu seguro pela SegurosPromo.

Praça do Comércio
Situada junto ao rio Tejo, a Praça do Comércio é uma das maiores da Europa, com cerca de 36mil metros quadrados

15. Bairro Parque das Nações

Localizado a beira do Rio Tejo, trata-se de um moderno bairro construído para a grande exposição da Expo 98 (Exposição Mundial de 1998), cujo tema abordado foi: “Os oceanos – um patrimônio para o futuro”.

O Parque das Nações apresenta arquitetura moderna com grande destaque para as torres gêmeas, nominadas São Gabriel e São Rafael que lembram duas embarcações de Vasco da Gama, cada uma possui 26 andares e 110 metros de altura. Dito isso, o moderno bairro oferece diversas atrações, entre elas o Oceanário de Lisboa, Jardins das Águas, Passeio de Teleférico, Shopping Vasco da Gama e diversos restaurantes.

São Gabriel e São Rafael (Vasco da Gama)
As torres gêmeas São Gabriel e São Rafael (Vasco da Gama)
Parque das Nações Lisboa
O Bairro Parque das Nações foi construído para a grande exposição da Expo 98 (Exposição Mundial de 1998)
Como conhecer Lisboa
O moderno bairro oferece diversas atrações

16. Telecabine Lisboa

O passeio de teleférico apresenta uma vista deslumbrante de Lisboa. Além disso, do alto da cabine é possível ver o Rio Tejo, o Parque das Nações, o Oceanário e outros pontos da cidade. São 40 cabines envidraçadas com capacidade para 8 passageiros cada e que percorrem um trajeto de 1.230 metros sobre o rio Tejo.

Na bilheteria há duas opções de tickets: “só de ida” ou “ida e volta”, em ambos os casos o passeio é curtinho cerca de 8 a 12 minutos de duração, contudo, dá para fazer ótimas fotos e curtir o visual da cidade. Confira os preços e horários no site oficial.

Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! Insira o código DOCVIAGEM5 e ganhe 5% de desconto na escolha do seu seguro pela SegurosPromo.

17. Centro Vasco da Gama

Conhecido também como Shopping Vasco da Gama, este é o lugar para quem deseja fazer compras com conforto e encontrar as mais recentes coleções de várias marcas conhecidas. Inclusive, é considerado um dos melhores centros de compras de Lisboa, repleto de lojas, restaurantes e opções de lazer.

Confira as principais lojas: Calvin Klein, Guess, H&M, Lacoste, Levi’s, Mango, Nike, O Boticário, Pandora, Sephora, Timberland, Zara, entre outras.

Ah! Anote o endereço: para chegar ao Bairro Parque das Nações basta descer nas estações de metrô: Cabo Ruivo ou Oriente.

18. Ponte 25 de abril

Construída em 1962 sobre o Rio Tejo, foi classificada na época como a maior ponte suspensa do mundo fora dos Estados Unidos. A ponte liga a cidade de Lisboa à cidade da Almada e sobre ela passam cerca de 300 mil carros por dia sendo considerada um dos mais belos cartões postais da capital portuguesa.

Ponte 25 de abril
A Ponte 25 de abril foi construída em 1962 sobre o Rio Tejo, foi classificada na época como a maior ponte suspensa do mundo fora dos Estados Unidos

19. Aqueduto das Águas Livres

O Aqueduto das Águas Livres ou Aqueduto Campolide é um complexo de sistema de captação, adução e distribuição de água, que foi construído entre os séculos XVIII e XIX no Vale de Alcântara em Lisboa.

Diariamente a estrutura transporta cerca de 1300 mil metros cúbicos de água para toda a cidade, através de 58.135 mil metros de galerias subterrâneas e suspensas.

Aqueduto das Águas Livres
Aqueduto das Águas Livres – Conseguimos fazer esta foto a bordo do ônibus turístico

20. Calçada Portuguesa

A calçada portuguesa surgiu em meados do século XIX e continua sendo um grande destaque em Lisboa. É resultado da aplicação de pedras em formato irregular em calcário branco, negro e em outros tons. Inclusive, o trabalho pode ser visto em grande parte das ruas e praças de Portugal.

Vale a pena caminhar por Lisboa e avistar impressionantes desenhos no chão de suas calçadas.

+ Encontre seu hotel em Lisboa e garanta os melhores preços!

Imagem de Júlia Orige por Pixabay
Lisboa | Imagem de Júlia Orige por Pixabay

21. Fado

O Fado é um estilo musical que retrata a memória portuguesa, são melodias e letras românticas que exaltam as belezas do país. E tem mais, as músicas são interpretadas por cantores e cantoras em belíssimas apresentações ao vivo, realizadas em inúmeras Casas de Fado de Portugal e de outros países.

Sua origem data do século XIX, quando marinheiros cantavam o estilo musical nas proas dos navios, no entanto, somente no início do século XX, o Fado passou a incorporar um estilo mais melódico tornando-se ainda mais literário e famoso também fora de Portugal. Ainda no século XX, o Fado deixa de ser cantado nos botequins e vielas e passa a ser reconhecido como um importante estilo musical, ganhando destaque nos palcos do teatro, cinema e rádio do país.

Vamos adiante! Em 2011, o Fado entra para a lista de Patrimônio Cultural da Humanidade e segue sendo apreciado pelos amantes do estilo e pelos turistas do mundo todo. Vale dizer que é bastante turístico assistir a um show de fado combinado com um jantar. Inclusive, gostamos muito e ainda lembramos com saudades daquele momento sempre quando escutamos da musica: “é uma casa portuguesa com certeza…”.

Fado Lisboa
O Fado é um estilo musical que retrata a memória portuguesa, são melodias e letras românticas que exaltam as belezas do país

Fado Portugal
O Fado data do século XIX, quando marinheiros cantavam o estilo musical nas proas dos navios

22. Outlets em Lisboa

Freeport Lisboa Fashion Outlet

Chegou a hora de falarmos de compras, afinal quem não gosta de qualidade e preço baixo, não é mesmo? O Freeport Lisboa Fashion Outlet é um grande shopping ao ar livre, localizado na vila Alcochete, a apenas 30 minutos do centro de Lisboa.

Pois bem, são mais de 150 marcas que oferecem descontos de até 70%. Confira algumas lojas de destaque: Burberry, Calvin Klein, Carolina Herrera, Diesel, Guess, Hugo Boss, Lacoste, Levi’s, Nike, Puma, Tommy Hilfiger e muitos mais.

Serviços do Freeport Lisboa Fashion Outlet para os clientes

  1. Carrinhos de passeio para crianças;
  2. Cadeiras de rodas;
  3. Empréstimo de carregador de celular portátil.

Informações úteis

  • Endereço: Avenida Euro 2004 Alcochete, Portugal;
  • Estacionamento no local: gratuito;
  • Como chegar: carro, ônibus ou transfer que sai da Praça Marquês de Pombal no centro de Lisboa (O ticket custa 10 euros e dá direito ao transporte de ida e volta, além de livrinho de descontos e outros brindes de lojas participantes. Ele é vendido na recepção dos hotéis ou diretamente no quiosque da Cytirama na Praça Marquês de Pombal);
  • Página oficial: Freeport Lisboa Fashion Outlet.

Como circular em Lisboa?

23. Passeios de bondinho ou Elétrico

Os bondes (ou, elétricos como são chamados por lá), é uma maneira bastante turística e interessante de passear por Lisboa. Inclusive, tornaram-se um dos símbolos da cidade, sendo o elétrico 28 o mais conhecido, uma vez que passa por pontos turísticos famosos, como o Bairro de Alfama, o Miradouro Santa Luzia e o Castelo de São Jorge.

São 5 linhas (carreiras), servidas por 57 veículos que percorrem uma extensão de 48km na área metropolitana de Lisboa. Confira abaixo as principais linhas:

  • 12E liga a área comercial aos bairros da Mouraria, Alfama e Castelo. Principais paradas: Largo das Portas do Sol, Miradouro Santa Luzia e a Praça Figueira (metrô);
  • 15E liga a vila Algés à Praça da Figueira (metrô). Principais paradas: Praça do Comércio, Cais Sodré (metrô), Hospital Egas Moniz, Mosteiro Jerónimos;
  • 18E liga o Cemitério da Ajuda ao Cais do Sodré. Principais paradas: Cais Rocha (Museu Nac. Arte Antiga), R. Bica Marquês e Cais do Sodré (metrô);
  • 25E circula pelos bairros de Santos, Lapa e Madragoa. Principais paradas: R.S. Paulo (metrô) e Praça Figueira (metrô);
  • 28E atravessa áreas mais antigas de Lisboa, como o Bairro de Alfama. Principais paradas: Lg. Portas Sol, Miradouro Santa Luzia, Chiado (metrô).

Site oficial: Carris

Bonde Lisboa
Os bondes são uma maneira bastante turística e interessante de passear por Lisboa

24. Passeio de ônibus turístico em Lisboa

Se escolher essa opção, você conseguirá circular pelas cidades de Lisboa e Cascais através de um ônibus turístico de dois andares, sendo a parte de cima aberta o que permite uma visão privilegiada. A vantagem deste tipo de passeio é que você não fica “preso” a horários e você mesmo escolhe aonde quer ir e ficar mais tempo. Inclusive, você pode subir e descer quantas vezes quiser durante o período de 24h ou 48h dependendo da empresa escolhida.

City Sightseeing Portugal (Hop-On Hop-Off Lisbon)

Possui 03 tipos de rotas e 41 paradas em toda Lisboa durante o período de 24h. A volta completa em cada uma das rotas leva cerca de 1 hora e 30 minutos. Além disso, os bilhetes oficiais são vendidos no próprio ônibus da empresa ou através do site oficial.

Veja algumas das principais paradas abaixo:

  • Marquês do Pombal
  • Padrão dos Descobrimentos
  • Torre de Belém
  • Mosteiro dos Jerónimos
  • Praça do Comércio
  • Bairro Alto
  • Chiado
  • Oceanário de Lisboa
  • Torre Vasco da Gama

Lisbon Sightseeing

Possui 04 tipos de rotas e 54 paradas em Lisboa e Cascais durante o período de 24h ou 48h. Os bilhetes oficiais são vendidos no próprio ônibus da empresa ou através do site oficial. Inclusive, nós contratamos este passeio, pois queríamos ir até Estoril e Cascais.

Veja algumas das principais paradas abaixo:

  • Praça Marquês de Pombal
  • Rua do Comércio
  • Mosteiro dos Jerónimos
  • Torre de Belém
  • Padrão dos Descobrimentos
  • Oceanário
  • Torre Vasco da Gama
  • Estoril
  • Cascais
  • Boca do Inferno
  • Chiado Stop

Yellow Bus – Tagus Tour

Tour em ônibus de dois andares que percorre as principais avenidas de Lisboa, você desce e sobe nos locais que fazem parte do trajeto. A duração da volta completa é de cerca de 1h40. O ônibus circulam entre 9:00 às 19:00 diariamente e no inverno o horário muda para 9:00 às 17:30). Confira mais informações no site oficial.

Veja algumas das principais paradas abaixo:

  • Praça da Figueira
  • Marquês de Pombal
  • Jardim Zoológico / ZOO
  • Praça de Espanha
  • Parque Eduardo VII
  • Basílica da Estrela
  • Torre de Belém
  • Padrão dos Descobrimentos
  • Cais do Sodré
  • Rua do Comércio

+ Encontre seu hotel em Lisboa e garanta os melhores preços!

Metrô em Lisboa

Sempre uma boa opção para se chegar aos principais pontos turísticos de qualquer cidade urbana do mundo. São quatro linhas que conectam as principais avenidas, estações de trem e ônibus de Lisboa. Você consegue comprar a passagem para 60 minutos, ou com duração de 24h. Para mais informações acesse o site oficial Metrô Lisboa.

Vamos lá! Aconteceu um fato engraçado conosco, entramos em uma estação e como é de costume para quem está acostumado com o metrô sempre cheio de São Paulo, fomos para a extremidade da plataforma que estava vazia. Inclusive, até estranhamos não ter ninguém por ali e todos os demais estarem aglomeradas na outra extremidade. Para nossa surpresa, quando o metrô chegou ele era mais “curto” e tivemos que correr para conseguir entrar. Creio que deve ser uma estratégia para economizar eletricidade por motivo do movimento ser menor em horários que não sejam de pico 😊.

Alugar carro em Lisboa

Alugar carro não é uma má opção, principalmente se você pretende visitar outras regiões, no entanto, se você pensa ficar somente em Lisboa, saiba que a cidade tem ótimo serviço de transporte que inclui metrô, elétricos (bondes), ascensores (pequeno elevador sobre trilhos), táxis, ônibus público e turístico. Aliás, vale dizer que estacionar o carro no centro de Lisboa não é uma tarefa fácil e barata.

Se você pretende alugar um veículo, saiba que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Brasil é aceita em Portugal. Vai alugar um carro? A nossa parceira RentCars te ajuda a encontrar os melhores preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura.

Onde comer em Lisboa?

A culinária lusitana nos remete a pratos deliciosos e substanciosos como os feitos por nossos avôs. O fato é que a posição marítima privilegiada de Portugal propicia uma culinária atlântica e mediterrânica rica em sabor e temperos, baseada em mariscarias com peixes e frutos do mar sempre frescos.

Aliás, dá para comer bem gastando relativamente pouco indo nas diversos botecos (ou tascas como são chamados por lá). Diferente do Brasil, o custo do serviço não é cobrado em conta, e é opção do cliente pagar o quanto quiser e achar justo.

Dentre tantas opções, não tem como deixar de provar ao menos o famoso bacalhau português nas suas diferentes receitas, a sardinha na brasa e os pasteizinhos de Belém. Recomendamos também provar o arroz de pato (uma espécie de risoto), a alheira (um primo europeu da linguiça) e a francesinha (uma espécie de sanduíche original do Porto). Ufa! Ficamos com água na boca!

Citamos algumas diferenças entre a língua portuguesa de Portugal e do Brasil, que te ajudarão um pouco a não passar algumas dificuldades que passamos 😊:

Brasil Portugal
Café da manhã Pequeno almoço
Garçom Empregado de mesa
Sorvete Gelado
Cafezinho Bica
Chope Imperial / Fino
Suco Sumo
Sanduíche Sandes
Bacon Presunto
Presunto Fiambre
Boteco Tasca
Fazer uma reserva Fazer uma marcação

Lisboa onde comer bem e barato?

Listamos algumas opções de refeições. Espero que gostem:

As Velhas

Pequeno e tradicional restaurante localizado bem próximo da Av. Liberdade que serve pratos tradicionais da culinária portuguesa a preços bastante justos. Recomenda-se reservar ou chegar cedo caso não queira esperar na fila.

Endereço: Rua Conceicao da Gloria 21, Lisboa

Lateral Cais Sodré

Bistrô com decoração moderninha com cardápio de pratos portugueses apresentados de uma forma mais gourmet. Está localizado na região de Cais de Sodré, a apenas algumas quadras da estação de metrô de mesmo nome.

Endereço: Travessa dos Remolares 41, Lisboa.

Leitaria Camponeza

Restaurante com uma ideia criativa de servir espetos variados (Carne, porco, peru, mariscos, camarões ou mistos) que ficam apoiados em suportes existentes nas mesas. Bem localizado no centro, próximo ao elevador de santa Justa e a algumas quadras do metro Baixa-chiado.

Endereço: Rua dos Sapateiros 155, Centro –  Lisboa.

Tapa bucho

Localizado bem próximo do miradouro de São Pedro Alcântara, este restaurante com alma espanhola é uma opção para variar um pouco de culinária na sua estadia em Lisboa provando as tapas (aperitivos) espanholas.

Endereço: Rua Dos Mouros, 19 | Bairro Alto, Lisboa.

Sr. Fado de Alfama

Boa opção para fazer a sua refeição e acompanhar também o show de fado (estilo musical português).  O restaurante é bem familiar (“é uma casa portuguesa com certeza..J”) e tradicional. Oferece pratos portugueses típicos onde os donos do estabelecimento se desdobram no atendimento, cozinha e até na cantoria.

Não é um restaurante de muitos lugares, então é interessante chegar cedo.

Endereço: Rua dos Remédios 176 | AlfamaLisboa.

Cervejarias e petiscos

Cervejaria Ramiro

O seu nome engana a quem lê, pois o seu forte não são as cervejas, mas sim os frutos do mar. É certamente um bom lugar para se apreciar uma mariscada portuguesa.

Prepare-se para enfrentar filas, já que eles não aceitam reservas.

Endereço: Rua Almirante Reis, 1 (próximo a estação de metrô intendente).

O Velho Eurico

Localizado aos pés do Castelo de São Jorge, o Eurico é mais um lugarzinho simples e até rústico, mas com uma comida boa a preços bem justos. É possível comer por lá com cerca de 10 euros por pessoa. Representa bem uma tasca portuguesa e está sempre cheia.

Endereço: Largo Sao Cristovao 3, Lisboa (próximo a estação de metrô Rossio).

Zapata Restaurante

Boa opção para ir após ver o por do sol no miradouro de Santa Catarina, que fica a algumas quadras do local. Tem preços acessíveis e pratos tradicionais portugueses como bacalhau, polvo e os mariscos.

Endereço: Rua do Poco dos Negros 47 9, Lisboa.

Pastéis de Belem

Passeio turístico obrigatório para quem vai a Lisboa é provar os famosos pastéis de Belém (doce de massa folhada com recheio de creme) nesta casa que data de 1837. Está localizada junto ao mosteiro dos Jerónimos e bem próximo da Torre de Belém e Padrão dos descobrimentos, e está sempre cheia de turistas ávidos para provar o seu famoso doce.

Endereço: R. de Belém, 84-92, Lisboa.

Pastel de Belém
Passeio turístico obrigatório para quem vai a Lisboa é provar os famosos pastéis de Belém (doce de massa folhada com recheio de creme)

Onde ficar em Lisboa?

Lisboa tem opções variadas de hotéis, bem como bairros com diferentes características. Para os mais cosmopolitas, indicamos ficar na região da Avenida Liberdade, um lugar cheio de lojas chiques, hotéis e restaurantes renomados. Inclusive, em nossa primeira visita ficamos próximo a região e fomos bem atendidos.

Uma boa sugestão para quem quer se sentir um morador de Lisboa é ficar em um apartamento. Indicamos o Liberdade 158, na região da Av. Liberdade que tem opções para até 6 pessoas por quarto. Já para os mais tradicionais que curtem ficar em hotéis, indicamos o TURIM Av. Liberdade Hotel ou o BessaHotel Liberdade.

Uma opção para os que querem algo mais tradicional é se hospedar na região do centro histórico de Lisboa no bairro da Baixa. O bairro vem sendo restaurado e é uma boa forma de sentir como era a Lisboa antiga.

Vamos lá! Localizados no centro temos o Travellers House – Hostel (alternativa econômica e com opção de banheiro privativo) e o Internacional Design Hotel – Small Luxury Hotels of the World (sugestão charmosa em um edifício secular remodelado).

Outras hospedagens em Lisboa

Os bairros do Chiado e Alto aparecem lado a lado como uma excelente opção para quem quer curtir intensamente a Lisboa Boêmia pelos vários restaurantes, bares e ruazinhas charmosas que ganham vida logo após o anoitecer. É aqui que queremos ficar em nossa próxima visita!

Para uma alternativa mais em conta, mas não menos charmosa, recomendamos o Stay Inn Lisbon Hostel, um hostel chic melhor que muitos hotéis 3 estrelas.

Outras duas boas opções na região com bom custo/benefício são Feeling Chiado 15 e Brown’s | Boutique Hotel.

A região do Castelo de São Jorge e da sua vizinha Alfama também tem muitos motivos para merecer sua estadia. O primeiro pela tranquilidade de suas ruas e pela vista que proporciona da cidade. Já a vizinha Alfama é bastante tradicional e famosa pelas casas de Fado que tem.

Sugestão bastante privativa praticamente encostada no Castelo é ficar no Breathing Lisbon Apartments – Castelo, que conta com apenas 3 apartamentos disponíveis com dependências completas. Se optar por ficar no pitoresco bairro de Alfama, indicamos o Hotel Convento do Salvador, um 3 estrelas que atende perfeitamente os viajantes.

O que vestir em Lisboa?

Depende da época do ano em que visitará a cidade, a temperatura média anual é de 17,5 (mais friozinho que no nosso Brasil). Como qualquer região da Europa os períodos da primavera e verão (março a setembro), são mais quentes durante o dia e à noite cai a temperatura, já no inverno (dezembro a fevereiro), pode registrar temperaturas negativas. Em geral, é recomendado levar roupas, casacos e calçados confortáveis apropriados para caminhadas. Inclusive, durante o dia andávamos com uma mochila equipada com garrafa de água, protetor solar e lanchinhos. Confira nosso “checklist” de verão, inverno e criança do que levar para sua viagem.

Outra dica importante: não se esqueça de levar seu “kit farmácia”, com medicamentos de uso contínuo (se for o caso), e remédios para dor de cabeça, diarreia, gripe, enjoo, além de fitas para curativos de cortes e machucados. (Lembre-se: todo medicamento deve ser prescrito por um médico).

Qual a melhor época para ir?

Qualquer época do ano é perfeita para visitar Lisboa e arredores, no entanto, se você procura um clima mais ameno os meses de março a maio (primavera), e setembro a novembro (outono), são ideias, uma vez que possuem temperaturas agradáveis e estão fora da alta temporada.

Contudo, a vantagem de viajar na época do verão europeu é que quase não chove e a temperatura média não é tão alta, fica entre 16 °C a 35 °C. Viajamos para Lisboa no mês de outubro e para nós foi uma ótima escolha.

Lisboa Card

O Lisboa Card é um cartão recheado de benefícios e descontos, com ele você terá acesso livre a diversas atrações, transporte público, além de descontos em compras e passeios.

O cartão é vendido através do site oficial ou nas casas de câmbio e está disponível nas seguintes opções: 24h, 48h ou 72h consecutivas.

É bastante válido para quem for se locomover de transporte público e tem em seus planos conhecer várias atrações.

Informações Úteis

  • Acessibilidade: Lisboa é uma cidade que está melhorando cada vez mais a questão de acessibilidade para todos. A maioria dos hotéis possuem acomodações adaptadas, assim como, casas de show, museus e restaurantes. Inclusive, diversas atrações estão equipadas com rampas para cadeiras de rodas, elevadores e entradas de fácil acesso para deficientes físicos;
  • Documentação: é necessário apresentar um passaporte dentro do período de validade, sem necessidade de apresentação de visto caso sua estadia dure até 90 dias. Confira mais informações sobre a documentação necessária no site abaixo:
  • Portal Consular Itamaraty – Portugal;
  • Em Lisboa a voltagem é de 220v. E tem mais, as tomadas têm dois pinos redondos, recomendamos levar um adaptador, ou se preferir poderá comprar lá em alguma lojinha de acessórios;
  • tomada-lisboa-portugal
  • Site oficial Visit Portugal;
  • Em quase todos os hotéis, bares e cafés o acesso à internet é gratuito, verifique com os estabelecimentos a disponibilidade do serviço;
  • Se liga na dica! Os passeios poderão sofrer alterações sem aviso prévio. Por isso, também é interessante consultar os sites oficiais das atrações;
  • Post atualizado em 04 de junho de 2020.

Leia mais


E aí? Já esteve em Lisboa? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha curtido o post e, se tiver qualquer dúvida sobre a capital portuguesa, fique à vontade para deixar seu comentário por aqui!

Voltar ao topo


Veja também

Anúncios
Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC, com MBA em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Pedagoga formada pela UNINOVE e pós-graduanda em Marketing Digital também pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo, Brasil e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências de viagem, bem como inspirar outros viajantes a continuarem viajando.

10 comentários em “O que fazer em Lisboa: 24 atrações imperdíveis na capital portuguesa

    • 30/08/2017 em 14:53
      Permalink

      Muito Obrigado Leonardo!😉😉😉

      Resposta
  • 03/12/2017 em 22:30
    Permalink

    Ótimas dicas!
    Blog maravilhoso
    É bom lembrar e alertar sobre os batedores de carteira que atuam na cidade. ATENÇÃO com as mochilas e bolsas. Estou visitando a cidade e gostando muito das atrações turísticas.

    Resposta
    • 04/12/2017 em 02:47
      Permalink

      Olá Priscila! Agradecemos a visita e os comentários! Tentamos sempre passar o máximo de informação para que nossos leitores não passem perregues e curtam ainda mais a viagem. Desejamos uma ótima viagem a vc!💙💜💙💜

      Resposta
  • 12/02/2018 em 11:16
    Permalink

    Olá Patrícia! Muito Obrigado pelas palavras! 💜💛

    Resposta
    • 05/06/2020 em 23:19
      Permalink

      Aqui bateu muita saudade de lá qdo escrevemos o post….um lugar para voltar muitas e muitas vezes..bjoss!❤❤

      Resposta
  • 06/06/2020 em 22:09
    Permalink

    Olá! Artigo fantástico sobre a minha cidade 🙂
    Deixem-me fazer uma pequena correcção. No ponto 13. “Bairro da Baixa”, uma das fotos está legendada como “Rua Augusta”, mas na verdade é a Rua do Carmo.
    Abraço!

    Resposta
    • 08/06/2020 em 11:33
      Permalink

      Olá Miguel! Deve fantástico morar ai!!! Muito obrigado pela visita e pelo envio da correção…vamos revisar!💚❤ abs

      Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: