O que fazer em Paraty RJ: centro histórico e as melhores praias

Olá viajante! Vem ver 8 lugares imperdíveis para conhecer em Paraty, um paraíso que nos conquistou não somente pelas suas belezas naturais, mas também pela sua rica história e deliciosa gastronomia.

O colorido das janelas e portas dos casarões coloniais combinam com o charme da cidade, trata-se de um destino que oferece atrações bem diversificadas que agradam a todos os tipos de visitantes: são praias de águas transparentes, ilhas paradisíacas e passeios culturais imperdíveis.

Curiosidade: você sabia que Paraty não tem praia para a prática do surf? Isso mesmo, Paraty não é o lugar ideal para a prática do esporte e tampouco para o agito em barracas de praia. Por outro lado, a região oferece aos turistas águas calmas, ótimas para banho e para praticar snorkeling e mergulho com cilindro.

Conhecer Paraty em um passeio a pé pode lhe render boas histórias, portanto não é um destino para se conhecer com pressa – o ideal é desacelerar ao chegar lá. E para desembarcar nesse verdadeiro paraíso e ter uma viagem incrível, te contamos tudo sobre a nossa experiência. Vem com a gente!

Navegue por tópicos

O que fazer em Paraty?

  1. City Tour pelo Centro Histórico
  2. Ilha do Cedro e do Pelado
  3. Trilhas de Paraty e Trindade
  4. Alambiques de Cachaça de Paraty
  5. Passeio de barco em Paraty
  6. Cachoeiras de Paraty

7. Mergulho com cilindro

Um dos pontos fortes de Paraty é, com certeza, a vida marinha. E não somente isso, mas também as águas tranquilas e rasas, uma referência para a prática de mergulho com cilindro.

Há muitos pontos na região para a prática do esporte, assim como muitas operadoras que oferecem cursos e levam os turistas para ver a vida marinha. Inclusive, foi lá que fizemos o nosso batismo a muuuuuitos anos atrás e tiramos a nossa carteirinha PADI.

Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! Insira o código DOCVIAGEM5 e ganhe 5% de desconto na escolha do seu seguro pela SegurosPromo.

Confira os principais pontos de mergulho. Fonte: Paraty

Os principais pontos de mergulho

Escuna Estrela da Manhã
Há muitos pontos na região para a prática de snorkeling e mergulho com cilindro
O que fazer em Paraty
É uma oportunidade de nadar com peixinhos coloridos

8. Casa da Cultura de Paraty

Datado de 1754, o casarão em estilo colonial foi restaurado e, atualmente, abriga diversas obras de arte e projetos sociais. O espaço tem como objetivo promover e apoiar as ações educacionais, culturais e sociais da região. Conheça um pouco do trabalho desenvolvido por eles:

  1. Patrimônio Cultural: Registro da memória, documentação e difusão;
  2. Artes Visuais: Exposições, educação e formação de público;
  3. Música: Educação, apresentações e formação de público.

As exposições exibem placas informativas para a realização de visita autoguiada. Além disso, o espaço oferece visita acessível, com uma equipe de educadores e monitores preparados para receber as pessoas com necessidades especiais.

Vamos lá! No segundo andar há janelas que ficam abertas e você poderá observar a cidade. Confira como a Casa da Cultura está dividida:

  • Salão Nobre: espaço expositivo;
  • Sala Natalino Silva: exposições de artistas de Paraty ou radicados na cidade;
  • Sala Dona Geralda: espaço Expositivo nomeado em homenagem a Geralda Maria da Silva, que viveu com simplicidade em um sobrado sem ornamentos perto da igreja Matriz, no Centro Histórico;
  • Sala Samuel Costa: espaço expositivo que recebe o nome de um paratiense ilustre;
  • Sala de Artes: espaço onde acontecem as oficinas de artes do Programa Educativo da Casa da Cultura e pequenas reuniões e palestras ao longo do ano;
  • Sala de Música: sala da escola de música do Programa de Educação Musical de Paraty;
  • Pátio: o Pátio recebe apresentações musicais, eventos diversos e exposições;
  • Auditório: principal auditório da cidade, possui 150 lugares;
  • Café Cultural: gastronomia e arte com exposições fotográficas.

Informações úteis

  • Entrada gratuita;
  • Horários de funcionamento: ​Terça a sábado, das 11h às 19h | Domingo, das 15h às 19h | Segunda, fechado;
  • Endereço: R. Dona Geralda, 194 – Centro Histórico;
  • Site oficial Casa da Cultura de Paraty

+ Encontre seu hotel em Paraty e garanta os melhores preços!

Casa da Cultura de Paraty
Casa da Cultura | Crédito: reisegraf ID da foto:1194841485 iStockphoto

istockphoto-827345068-2048x2048_edited
Casa da Cultura | Crédito: Celli07 ID da foto:827345068 iStockphoto

Como chegar e circular em Paraty?

A grande maioria dos turistas opta por ir de carro ou ônibus. Ambos têm vantagens e desvantagens que vamos listar abaixo:

De carro

É uma boa opção para quem curte ter mais autonomia e também viajar de carro, mas saiba que muita coisa por lá pode ser feita a pé, principalmente no centrinho histórico onde não é permitida a entrada de veículos. Por outro lado, o automóvel te dará autonomia para conhecer e ficar o tempo que quiser nas praias mais distantes e nas vilas próximas, como Trindade.

Vindo do Rio de Janeiro, o melhor caminho para Paraty é pela estrada Rio-Santos, com uma distância de 260 km por uma estrada razoavelmente tranquila e de boa qualidade.

Já para quem parte de São Paulo, há outras opções para chegar até Paraty. Via Ayrton Senna-Carvalho Pinto ou Dutra até São Jose dos Campos (depois pega a rodovia dos Tamoios até Caragua e Rio-santos até Paraty.

City Tour em Paraty
No centro histórico não é permitida a entrada de veículos

Quer saber mais?

Se quiser seguir mais adiante na Ayrton Senna/Dutra também é possível ir até Guaratinguetá e depois pegar a SP-171, passando por Cunha. Dependendo do horário que passar por lá pode ser uma opção parar para conhecer os Campos de Lavanda que tem por lá. 😊

No entanto, como tudo na vida, este caminho tem um porém, parte da via passa pelo Parque Nacional da Serra da Bocaina e tem o calçamento com blocos permeáveis e com restrição de velocidade (20 km por hora), ou seja, serão 10 km a esta velocidade quase parando – lembrando que somente é possível trafegar neste trecho durante o dia.

Uma outra possibilidade é optar pela Serra de Taubaté, mas na nossa opinião é um caminho mais tortuoso e arriscado.

De ambas as cidades o trajeto demora aproximadamente 4 horas.

Vai alugar um carro? A nossa parceira RentCars te ajuda a encontrar os melhores preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura.

City Tour em Paraty
Visitamos o centro histórico com guia credenciado

De ônibus

Pode ser uma ótima opção para quem não quer ter preocupações. Foi a nossa escolha quando visitamos e não nos arrependemos. Certamente “gastamos mais tempo” quando fomos visitar praias mais distantes, como Trindade e as Ilhas do Cedro e Pelado, já que decidimos por usar o transporte público.

Nós compramos os tickets com a Viação Reunidas através da nossa parceira ClickBus. Uma ótima opção para ver a disponibilidade e até fazer a reserva de assentos.

Os ônibus são semi-leito e bastante confortáveis, o que ajuda bastante a enfrentar as quase 7 horas de viagem entre a Rodoviária do Tietê e a Rodoviária de Paraty. Durante o trajeto há duas paradas rápidas para lanche e ida aos banheiros. Vale dizer que os ônibus de turismo também contam com toiletes internos.

Ônibus Reunidas São Paulo Paraty
Os ônibus são semi-leito e bastante confortáveis

Bar da Bete Ilha do Pelado
Ilha do Pelado

Onde ficar em Paraty?

Por mais que você esteja de carro, é interessante ficar próximo ao centro histórico, principalmente se for a sua primeira vez em Paraty. Isso porque, a maioria dos restaurantes e atrações ficam localizados nessa região, então é bem mais prático sair para as refeições a pé.

Conforme mencionado acima, não é permitida a entrada de carros no centro histórico, exceto veículos autorizados. Por este motivo, a nossa seleção de lugares para ficar foi embasada principalmente na distância da área histórica.

Pousada Banzai

Foi nela que optamos por ficar e não arrependemos. Como era baixa temporada, ganhamos um upgrade sem custo adicional onde o quarto era duplex, enorme e muito confortável. O atendimento do Sergio e esposa foi fantástico, nos auxiliou com dicas de passeios e restaurantes, além de nos servir diariamente o café da manhã delicioso.

Está localizada bem pertinho da rodoviária e há apenas 500 metros do centro histórico.

pousada-banzai-paraty-rj-2
Foto Pousada Banzai vista de cima
Onde ficar em Paraty
Foto Café da manhã
Pousada Banzai
Foto lado a lado do quarto da suíte duplex (cama de casal no piso inferior e 2 de solteiro no piso superior)
Onde ficar em Paraty
Sérgio (Pousada Banzai) e Marcelo (Documento de Viagem)

Boutique Hotel Carpe Diem

Adoramos estes hotéis boutique com decoração moderna e estilo clean. O Carpe Diem está localizado próximo ao centro. Certamente uma ótima opção para curtir Paraty com muito conforto e classe.

Boutique Hotel Carpe Diem Paraty
Foto da cama de casal

Pousada Casa do Rio Hostel

Um hostel para chamar de seu, bom, bonito, barato e bem próximo ao centro 😊. Conta com uma pequena piscina com deck para o rio que fica logo em frente a pousada. A hospedagem tem quartos individuais para 2 e 4 pessoas com banheiro privativo, um ótimo diferencial.

pousada-casa-do-rio-hostel-paraty
Foto da frente do hotel

Pousada Apple House Paraty

Apesar de ficar um pouco mais distante do centro, incluímos esta pousada como opção para quem quer ter alguns dias de rei…kkk…tem suítes até com piscina privativa e climatizada, além de muita sofisticação e comodidades para os clientes. Na nossa opinião, é perfeito para uma lua de mel ou comemoração de uma data especial para casais.

pousada-apple-house-paraty
Foto das suítes com piscina privativa

Quando ir para Paraty?

Engraçado dizer que o verão não é necessariamente a estação ideal para ir para um destino de sol, mas isto acontece em Paraty devido o verão ser o período mais chuvoso e, diga-se de passagem, é uma região que costuma chover muito. Também não podemos ignorar o fato de os preços das diárias serem mais caras entre dezembro e fevereiro – meses de férias. Por outro lado, se você busca mais movimento, esta é a melhor época do ano para ir – faça chuva ou esteja caro 😊.

Em contrapartida, pouca gente gosta de pegar uma praia com aquela brisa gelada de inverno, então nossa escolha para a melhor época para ir são os meses entre abril-maio (outono) ou setembro-outubro (primavera).

Fique de olhos nos feriados, festivais e festas promovidas por lá. Paraty costuma “bombar” nestas datas e pode estragar o sossego de quem busca tranquilidade.

Nós visitamos Paraty no mês de outubro, pegamos tempo bom, mas não escapamos de algumas pancadas de chuva para nos abençoar.

Gráfico: Fonte Climatempo
Gráfico: Fonte Climatempo
Passeio de barco Paraty
Passeio de barco Paraty
Ilha do Pelado
Ilha do Pelado

Principais eventos em Paraty

  • Viva o Verão – ocorre em janeiro com apresentações de teatro e música;
  • Bourbon Festival Paraty – festival de Jazz – maio;
  • FLIP (Feira Literária Internacional de Paraty) – entre julho e agosto;
  • Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty – agosto;
  • Paraty em Foco – evento que divulga exposições de arte e fotografia (ocorre em setembro);
  • Festival Gastronômico – novembro.

O que levar para Paraty?

Como todo destino de praia, é imprescindível levar roupas leves e também não esquecer o filtro solar. Também damos preferência por levar camisetas de manga longa com fator de proteção, uma vez que elas salvam os viajantes que adoram “bater perna” o dia todo como nós.

Além disso, é importante ter em mãos um bom repelente. Vale dizer que quando visitamos Paraty quase não tinha insetos, mas é interessante levar principalmente se for fazer alguma das trilhas ou ir visitar praias mais isoladas.

Ahhh se enjoa fácil, não esqueça do remédio para enjoo se for fazer o passeio de barco – o mar costuma ser bem paradinho, mas a natureza é imprevisível. (Lembre-se: todo medicamento deve ser prescrito por um médico).

Confira nosso “checklist” de verão, criança, inverno e aventura do que levar para sua viagem.

Informações Úteis

  • Em Paraty a voltagem é de 110v. Você encontrará o novo modelo de tomada de três pinos redondos, no entanto, alguns lugares ainda podem manter tomadas com plugues antigos. Na dúvida, o melhor é levar um adaptador, ou solicitar um adaptador na recepção do seu hotel;
  • Todos os estabelecimentos que visitamos aceitaram cartão de crédito;
  • Site oficial da cidade de Paraty;
  • Se liga na dica! Os passeios poderão sofrer alterações sem aviso prévio. Por isso, também é interessante consultar os sites oficiais das atrações;
  • Post atualizado em 17 de agosto de 2020.

Leia mais


E aí? Já esteve em Paraty? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha curtido o post e, se tiver qualquer dúvida sobre Paraty, fique à vontade para deixar seu comentário por aqui!

Voltar ao topo


Veja também

Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC, com MBA em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Pedagoga formada pela UNINOVE, com MBA em Marketing Digital também pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo-Brasil e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências de viagem, bem como inspirar outros viajantes a continuarem viajando.

6 thoughts on “O que fazer em Paraty RJ: centro histórico e as melhores praias

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: