O que fazer em Santo Antônio do Pinhal: 12 atrações imperdíveis

O que fazer em Santo Antônio do Pinhal? Conheça as 11 atrações imperdíveis na Serra da Mantiqueira, próximas a Campos do Jordão, 29 km de distância.

Para aqueles que querem visitar um destino de inverno, mas sem aquela muvuca de pessoas, Santo Antônio do Pinhal pode ser uma ótima pedida. A cidade é bem pequena e praticamente tudo acontece nos arredores da avenida principal Min. Nelson Hungria. Muito bom para desacelerar da correria das grandes metrópoles e descansar o corpo e a mente.

Vem com a gente, pois contaremos para você como foi nossa viagem!

Santo Antônio do Pinhal
Santo Antônio do Pinhal é considerado uma das 15 estâncias climáticas de São Paulo, o que favorece o turismo regional

Navegue por tópicos

O que fazer em Santo Antônio do Pinhal
A cidade abriga lojinhas, restaurantes, muitos atrativos turísticos e várias pousadas

O que fazer em Santo Antônio do Pinhal?

  1. Visita a Cervejaria Artesanal Araukarien
  2. Jardim dos Pinhais Ecco Parque
  3. Trilha para a Pedra do Baú

4. Estação Ferroviária de Eugênio Lefevre

Esse passeio tem um “bocadim” de nostalgia, afinal a estação foi inaugurada lá no começo do século XX e a sua edificação ainda tem as características originais. O prédio está bem conservado, assim como o jardim que fica ali logo ao lado.

Atualmente os trens e os bondinhos que passam por lá são voltados apenas para o turismo, sendo ali a primeira parada do passeio que vai de Pindamonhangaba até Campos do Jordão.

Há uma lanchonete no local que vende alguns produtos da região e salgados – destaque para o bolinho de bacalhau que já vale a visita!. Uma lojinha de artesanato que fica logo em frente da estação também é alternativa para comprar uma lembrança da viagem.

Para a felicidade dos “instagrammers”, dá para fazer fotos bem legais por lá. Se teletransporte para o começo do século e deixe a sua criatividade aflorar!!

Se liga na dica! Siga as placas e visite o mirante da Nossa Senhora Auxiliadora – uma bela vista que vale a pena conferir.

Informações úteis

  • Há sanitários disponíveis no local;
  • Endereço: Trevo da SP-046 (saindo de Pinhal no sentido de Pindamonhangaba).

+ Encontre seu hotel em Santo Antônio do Pinhal e garanta os melhores preços!

Estação Ferroviária de Eugênio Lefevre
A Estação Eugênio Lefévre é um dos atrativos mais visitados da cidade. No local, também há lojas de artesanato, um orquidário e uma cafeteria
Santo Antônio do Pinhal
A estação foi inaugurada em 1916 e seu nome, Eugênio Lefévre, homenageia um engenheiro que, juntamente com Euclides da Cunha projetou a ferrovia
Estação Eugênio Lefèvre
O trem sai da estação Emílio Ribas, em Campos do Jordão, e faz um percurso de 19 quilômetros em cerca de uma hora até a estação Eugênio Lefèvre
Estação Ferroviária de Eugênio Lefevre
Dá para fazer fotos bem legais na estação
Mirante da Nossa Senhora Auxiliadora
Mirante da Nossa Senhora Auxiliadora
Santo Antônio do Pinhal
Uma bela vista que vale a pena conferir

5. Fontes de Águas Minerais

Não tem como passarem despercebidas as fontes de água mineral da cidade, que dizem ter propriedades medicinais. Não custa dar aquele golinho para garantir!

Como é possível notar no mapa abaixo, as três fontes que indicamos (ícones vermelhos) ficam bem próximas e dá para conhecer as três com uma pequena caminhada.

Av. Nelson Hungria
A Av. Nelson Hungria (Principal avenida) é a que aparece em amarelo no mapa | Fonte: Google Maps

Fonte Santo Antônio – fica bem pertinho do centro, logo em frente da Praça Benedito Marcondes Raposo (Praça do Artesão). Suas águas tem propriedades levemente radioativas, e que seriam benéficas para tratamentos respiratórios, diabetes, fortalecimento do sistema imunológico, estresse e infecções.

O local parece uma capelinha com um bonito mosaico com a imagem de Santo Antônio na parede.

Fonte Santo Antônio
A fonte Santo Antônio tem água de sabor muito agradável

Fonte Santo Estevão – fica bem pertinho da fonte Santo Antônio – menos de 300 metros, seguindo pela Rua Gov. Carvalho Pinto e virando a esquerda na rua B Costa Manso. Está cercada de muito verde e suas águas tem propriedades ferruginosas com indicação para quem tem anemia. Obs: estava em reforma no final de 2020. Não conseguimos confirmar se já finalizou até a postagem deste texto.

Fonte São Geraldo – localizada um pouco mais distante do centro, essa fonte é tida como uma das mais puras da região, sendo classificada como a do tipo magnesiana. Suas propriedades citadas são muitas, citamos algumas abaixo:

  • Aumento das funções cerebrais;
  • Fortalece os ossos;
  • Combate infecções;
  • Prevenção e tratamento contra enxaquecas e dores de cabeça;
  • Prevenção ou tratamento contra perda de audição;
  • Ameniza o estresse;
  • Prevenção e tratamento contra depressão e ansiedade.

Aproveitando o assunto, confira nosso vídeo sobre Santo Antônio do Pinhal e conheça um destino perfeito para quem busca relaxar e desconectar!

6. Shopping Vilarejo

Para quem não vive sem um centro comercial, a única opção por lá é o Shopping Vilarejo, pequenino, mas bem bonitinho e com umas obras de arte que rendem boas fotos. É lá que fica o caixa 24 horas caso necessite.

Há algumas opções para refeição, uma pena que no dia e horário que fomos a maioria estava fechada por ser baixa temporada.

Informações úteis

  • O shopping oferece estacionamento gratuito em um terreno logo ao lado;
  • Endereço: Av. Antônio Joaquim de Oliveira, Santo Antônio do Pinhal, SP.
Shopping Vilarejo
Shopping Vilarejo
Shopping Vilarejo
Shopping Vilarejo

7. Pico Agudo

Os seus 1.634 metros de altura, proporcionam uma linda vista 360 graus de tirar o fôlego. Não deixe de contemplar o Vale do Paraíba e a famosa Pedra do Baú, que ficam no município vizinho de São Bento de Sapucaí.

O caminho para chegar lá é por uma estradinha de terra que apesar de íngreme, estava em boas condições quando visitamos. Alguns guerreiros a fazem de bike e até caminhando, o que não recomendamos caso não tenha um preparo físico mínimo.

Se liga na dica: visite preferencialmente em um dia de céu aberto – no dia que visitamos estava bonito, mas só foi chegarmos lá que apareceram várias nuvens ☹☹☹!! No site oficial tem a opção de consultar a previsão do tempo e aumentar as probabilidades de ter aquela bela vista.

Para os mais corajosos, é possível fazer voo livre partindo de uma rampa que tem por lá. Dá uma olhada no site do pico para a contratação de voos. Ah! E a melhor época para “voar” vai de setembro a outubro.

Informações úteis

  • Não há estrutura de banheiros ou lojas lá em cima;
  • Fica a cerca de 9 quilômetros de distância do centrinho de Santo Antônio de Pinhal;
  • Site oficial: Pico Agudo

Vai alugar um carro? A nossa parceira RentCars te ajuda a encontrar os melhores preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura.

Pico Agudo
O pico Agudo é uma elevação rochosa com 1 634 metros de altitude que faz parte da cadeia de montanhas da serra da Mantiqueira paulista
Santo Antônio do Pinhal
Seu cume é local de prática de voo livre
Pico Agudo
Em dias claros, é possível visualizar até a Pedra do Baú – localizada em São Bento do Sapucaí

8. Mirante do Cruzeiro

Não deixe de visitar este mirante para ver o pôr do sol. Ele está a 1.100 metros de altitude e fica bem pertinho do centro com fácil acesso caminhando por uma pequena trilha arborizada. Também dá para chegar lá de carro.

Lá no mirante você vai encontrar uma grande cruz, um jardim bem cuidado e alguns bancos para descansar e apreciar a vista da cidade.

Não é cobrada nenhuma taxa de visitação.

Mirante do Cruzeiro
A 1.100 metros de altitude, o Mirante do Cruzeiro fica bem pertinho do centro
Mirante do Cruzeiro
Vista da cidade

9. A Bodega

Quem aí gosta de fazer degustações de comidinhas e bebidas? Sim, lá no “A bodega” tem uma infinidade de cachaças e licores de variados sabores – carro chefe da casa.

Diversos tonéis perfilados lado a lado são um convite a degustação, além de vinhos e cervejas, mas com uma menor variedade. Para saborear, eles vendem também salames artesanais, queijos, pimentas, geleias, doces e biscoitos diversos.

E não é só isso!! Há uma lojinha com peças de artesanato à venda, principalmente cerâmicas e panelas de barro. E nos fundos, há um belo jardim com laguinho e um orquidário. Se programe para passar um tempinho por lá, ainda mais se estiver com crianças.

A bodega
A bodega tem uma infinidade de cachaças e licores de variados sabores
Santo Antônio do Pinhal
Diversos tonéis perfilados lado a lado são um convite a degustação
A Bodega
Provamos varias cachaças e fomos muito bem atendidos
A Bodega
Nos fundos, há um belo jardim com laguinho e um orquidário

É muito fácil chegar no “A Bodega”, está localizada a apenas 10 minutos do centrinho de Santo Antônio do Pinhal. Conforme mapa, siga pela estrada do Machadinho até o Km 5, sentido estrada SP-46 (Estrada Velha São José Campos do Jordão). Há diversas placas indicativas e não tem como se perder por lá.

A cachaça tem um alto teor alcoólico, então se for dirigir não beba.

Endereço: Estr. Ver. Arlindo Inácio Fernandes, 4000, Santo Antônio do Pinhal – SP.

A Bodega
Fonte: A Bodega

10. Cachoeira do Lajeado

Passeio ideal para os amantes das cachoeiras, que adoram tomar aquele banho refrescante e ter contato direto com a natureza. A Cachoeira do Lajeado está localizada a aprox. 7 km do centro de Pinhal no bairro de mesmo nome.

É a corredeira mais visitada da região, por oferecer uma boa infraestrutura com banheiros, área de piquenique e trilhas disponíveis. Na base de sua queda d’água, há uma pequena piscina natural com fundo de areia.

Mas não para por aí! Além dessa, há outras cachoeiras na região, como Rancho Feliz, Funil e Cassununga.

Informações úteis

  • É cobrada uma taxa de visitação no valor de 10 reais e não é permitido a entrada de bebidas;
  • Horários: sábados, domingos e feriados das 10h00 às 17h00;
  • Site oficial: Cachoeira Lageado;
  • Obs: Até publicarmos esta matéria a cachoeira estava temporariamente fechada devido a pandemia.

+ Encontre seu hotel em Santo Antônio do Pinhal e garanta os melhores preços!

11. Oliq

Você já viu um pé de azeitona? As oliveiras são espécies produtoras das nossas tão conhecidas azeitonas. A partir delas são fabricados o azeite que usamos em nossas saladas e temperos.

Nas proximidades, citamos duas opções para você conhecer a plantação de oliveiras e também o processo de produção do azeite.

Com seus mais de 10.000 pés de oliveiras, a primeira delas é a Oliq, que fica no município vizinho de São Bento do Sapucaí no alto da Mantiqueira. Não é tão perto para quem está em Santo Antônio do Pinhal, então indicamos fazer a visita logo pela manhã e aproveitar para almoçar no restaurante local. Apesar do cardápio enxuto, o menu é criativo, moderno e com pratos elaborados com produtos locais que exaltam a gastronomia da região.

A indicação para chegar até a Oliq é usar o Google Maps – se possível baixar o mapa off-line. E não somente isso, mas é preciso ter um certo espirito aventureiro, já que para chegar até a fábrica você vai passar por algumas estradinhas bem estreitas e íngremes, além de pegar alguns trechos sem asfalto.

E tem mais, podemos falar com propriedade, pois nos perdemos na volta e fomos parar no distrito de Luminosa e tivemos muita dificuldade de retornar – mais detalhes da aventura logo abaixo 😊.

Informações úteis

  • As visitas guiadas ocorrem de quinta até segunda nos horários 10h, 11h, 12h, 13h, 14h e 15h;
  • O custo por pessoa é de 35 reais;
  • Visitas devem ser agendadas com antecedência no WhatsApp.
Oliq Azeite
Oliq | Fonte: Google Maps

12. Azeite Sabiá

Uma opção mais próxima de Pinhal é a fabrica de Azeite Sabiá da Mantiqueira. Apesar de uma plantação relativamente recente (2014) das suas oliveiras, o azeite Sabiá já foi reconhecido com diversos prémios de qualidade

O azeite ainda é um produto pouco consumido no Brasil e gera diversas dúvidas. Abaixo algumas das questões respondidas durante a visita guiada:

  • Como é o cultivo da oliveira?
  • Quais os diferentes tipos de azeitonas?
  • Como reconhecer um bom azeite?
  • Como é produzido o azeite?
  • Como garantir um azeite de qualidade?
  • Por que só agora o Brasil começa a produzir azeite?
  • Como harmonizar o azeite com o alimento?
  • Usos inusitados do azeite.
  • Atributos positivos do azeite.

Informações úteis

  • Visitas aos sábados e domingos, das 10 h às 12:00 e das 14:00 às 17:00;
  • É necessário agendar com antecedência pelo WhatsApp.

Como circular?

A maioria dos turistas opta por ir de carro ou excursões turísticas. Ambas as opções tem suas vantagens e desvantagens. Vamos a elas:

Carro

O veículo te dá autonomia de ir e ficar o tempo que quiser nos atrativos, porém te prega algumas peças como a aventura que passamos ao nos perdermos já tarde da noite nas redondezas do distrito de Luminosa (MG).

Pois bem, nos perdemos após visitarmos a fábrica de azeite Oliq e para piorar, as estradinhas de terra da região não são mapeadas pelo GPS off-line e não há sinal de celular para localização. Acabamos indo parar em Luminosa, um distrito que pertence ao município de Brazópolis e que fica encrustado em um vale de montanhas. No final achamos o caminho, mas chegamos exaustos no hotel.

Ônibus

O ônibus turístico é uma excelente escolha para aqueles que não querem se preocupar em se locomover, além do que se costuma fazer muitas amizades tornando o passeio muito mais divertido!

Praça do Artesão
Praça do Artesão

Como chegar?

Carro

Partindo de São Paulo (Capital), são aproximadamente 170 km de distância, sendo que as melhores opções para chegar até Santo Antônio do Pinhal são pela Rodovia Ayrton Senna, Rodovia dos Trabalhadores ou via BR-116, e em seguida pegando a rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro antes da cidade de Taubaté.

Santo Antônio do Pinhal
Fonte: Google Maps


Para quem vem do Rio de Janeiro, a opção é via BR-116 com pouco mais de 300 km de distância.

Ônibus
Há coletivos partindo da rodoviária do Tietê e a viagem dura 10 horas. E tem mais, você consegue garantir a sua passagem com antecedência e até reservar o seu assento pelo nosso parceiro ClickBus.

Quando ir?

Santo Antônio do Pinhal é bela em qualquer época do ano, e certamente dá para se divertir muito ou mesmo relaxar independente de quando optar por ir. O que pode influenciar, ou até mesmo limitar os seus passeios são as chuvas, já que o seu índice pluviométrico é bem alto. Mesmo nos meses mais secos ainda há alguma chance de pegar um aguaceiro por lá.

O município está a mais de 1.000 metros de altitude e a temperatura média anual é de 17 graus celsius. A melhor época para ir é entre os meses de maio e setembro, onde o índice pluviométrico é menor e com temperatura mais baixa. Viajamos para Santo Antônio do Pinhal no mês de setembro e para nós foi uma ótima escolha.

Conforme tabela abaixo, as estações da primavera e verão (setembro a fevereiro) são as mais chuvosas. Já as estações do outono e inverno (março a agosto) são mais frias e secas. O mês mais seco costuma ser Julho e o mais chuvoso Janeiro.

Santo Antônio do Pinhal temperatura
Fonte: Documento de Viagem

O que levar?

Ao anoitecer sempre dá aquela “esfriadinha”, mesmo no verão, então leve roupas confortáveis e uma blusa. Já no inverno, invista em roupas mais reforçadas, como casaco, cachecol e gorro.

Diferentemente de Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal não é um lugar para “glamourizar” no desfile de modas, a simplicidade manda no figurino e dá para ser feliz com a básica e confortável camiseta.

Ah e não se esqueça de levar protetor solar mesmo nos dias mais frios.

Santo Antônio do Pinhal
Lojinha em Santo Antônio do Pinhal

Informações Úteis

  • Muitas atrações estão com restrição ou fechadas devido a pandemia! Favor consultar os respectivos sites oficiais para confirmar disponibilidade;
  • Em Santo Antônio do Pinhal a voltagem é de 110v;
  • Todos os estabelecimentos que visitamos aceitaram cartão de crédito;
  • Site oficial da Prefeitura de Santo Antônio do Pinhal;
  • Post atualizado em 30 de janeiro de 2021.

Leia mais


E aí? Já esteve em Santo Antônio do Pinhal? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha curtido o post e, se tiver qualquer dúvida sobre Santo Antônio do Pinhal, fique à vontade para deixar seu comentário por aqui!

Voltar ao topo


Veja também

Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC, com MBA em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Pedagoga formada pela UNINOVE, com MBA em Marketing Digital também pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências em viagens, bem como inspirar outros viajantes a viajar cada vez mais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: