Por que visitar a famosa Pedra do Baú em São Bento do Sapucaí

Para quem curte fazer uma trilha em meio a natureza, subir a Pedra do Baú é perfeito, pois o cume é um dos principais atrativos para praticantes de escalada no Brasil e oferece uma vista incrível de São Bento do Sapucaí e região.

Se você já foi a alguma cidade nos arredores da Serra da Mantiqueira, certamente já deve ter visto a bela e imponente Pedra do Baú bem ao longe.

Nós já tínhamos observado a formação rochosa a partir da cidade de Campos do Jordão. E era um desejo nosso um dia conhecê-la bem de pertinho.

Pedra do Baú
Mirante do Museu Felícia Leirner em Campos do Jordão

Complexo Pedra do Baú

O complexo é dividido em três conjuntos de rochas: Pedra do Baú, Bauzinho e Ana Chata, sendo o Baú o ponto mais alto com 1.950 metros de altitude. É lá que os praticantes de escalada piram nos diversos graus de complexidade e mais de 30 vias de escalada disponíveis.

Vamos lá! O aquecimento começa no percurso de 1.200 metros em estrada de terra entre o estacionamento e o início das trilhas. Este trecho pode ser feito de carro caso haja idosos, cadeirantes ou pessoas com necessidades especiais no grupo.

Pedra do Baú
O aquecimento começa no percurso de 1.200 metros em estrada de terra entre o estacionamento e o início das trilhas
São Bento do Sapucaí
Este trecho pode ser feito de carro caso haja idosos, cadeirantes ou pessoas com necessidades especiais no grupo

São Bento do Sapucaí

Logo no início do trajeto, cerca de 400 metros, há um mirante (do Caramuru) com uma vista maravilhosa. É uma parada obrigatória para contemplar o vale e tirar aquela foto arrasadora. E tem mais, note que neste local há uma rampa de onde partem os parapentes dos praticantes de voo livre. Os corajosos devem contratar o voo com agências especializadas, se possível com alguma antecedência. A empresa Bau Ecoturismo é experiente no Baú, comercializa os voos e outros passeios na região.

O início das trilhas é demarcado por placas explicativas, com informações bem detalhadas.

A apenas 235 metros do início da caminhada você já chega ao topo do bauzinho, no entanto, a vida não será tão fácil para alcançar o cume do Baú (1.790 m) e da Ana Chata (1.830 m), que somente indicamos para os mais experientes em trilha e também escalada.

Pedra do Baú
Logo no início do trajeto, cerca de 400 metros, há um mirante (do Caramuru) com uma vista maravilhosa
São Bento do Sapucaí
É uma parada obrigatória para contemplar o vale e tirar aquela foto arrasadora
Complexo Pedra do Baú
O início das trilhas é demarcado por placas explicativas, com informações bem detalhadas

Trilha do Bauzinho

Para quem procura uma trilha de nível fácil, o Bauzinho é uma boa pedida, podendo ser percorrida inclusive por crianças. O percurso tem extensão de 235 metros e duração de 10 minutos. É um bom local para contemplação e relaxamento.

De lá, tem-se uma bela vista de São Bento do Sapucaí e da Pedra do Baú. Quem percorre o caminho em silêncio e com atenção, tem mais chances de avistar pequenos animais ao longo do trajeto.

+ Encontre seu hotel em São Bento do Sapucaí e garanta os melhores preços!

Trilha do Bauzinho
É um bom local para contemplação e relaxamento
São Bento do Sapucaí
De lá, tem-se uma bela vista de São Bento do Sapucaí e da Pedra do Baú

Trilha da Ana Chata

A trilha da Ana Chata já é um pouco mais longa e com maior grau de dificuldade. Sua extensão é de 1.830 metros e leva-se aproximadamente 1 hora para percorrê-la. O acesso ao cume é feito por escadas instaladas na rocha, tendo um pequeno trecho logo de início através de um túnel de pedras. Essa subida é mais simples que a Pedra do Baú, com existência de guarda-corpos nos pontos mais íngremes.

Trilha Ana Chata
A trilha do Baú, Via Ferrata (Face Norte), tem 1.790 metros de extensão e duração de cerca de 1 hora e meia

Trilha do Baú

A trilha do Baú, Via Ferrata (Face Norte), tem 1.790 metros de extensão e duração de cerca de 1 hora e meia. Só a caminhada até a base da pedra já é considerada difícil, por causa da extensão e do relevo.

Chegando lá, ainda há uma subida até o topo da rocha. Por isso, trata-se de uma opção para trilheiros mais experientes. Da base até o cume da pedra, são 320 degraus da Via Ferrata, que levam o visitante a uma altitude de 1.950 metros. A subida é emocionante.

Recomenda-se fortemente a contratação de um instrutor experiente para acompanhar o grupo. Além do uso obrigatório de equipamentos de segurança, como cadeirinha de escalada ou similar; capacete para escalada ou similar com ponto de fixação no queixo; conectores tipo mosquetões ou talabartes duplos e auto seguro duplo ou similar.

Vai alugar um carro? A nossa parceira RentCars te ajuda a encontrar os melhores preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura.

Pedra do Baú
Só a caminhada até a base da pedra já é considerada difícil, por causa da extensão e do relevo
Complexo Pedra do Baú
Recomenda-se fortemente a contratação de um instrutor experiente para acompanhar o grupo

Como chegar na Pedra do Baú?

Pouco mais de 10 km separam a pacata São Bento do Sapucaí do estacionamento do complexo. A estrada é asfaltada e estava em boas condições quando visitamos. A maior parte do caminho é pela Rod. Pref. Benedito Gomes de Souza e ao final pegando a Rod. Mun. Ana Chata até chegar à entrada do estacionamento.

Informações úteis

  • Visitação: todos os dias do ano, das 09h às 16h;
  • Taxa: R$10,00 por pessoa;
  • Há toaletes na recepção;
  • Endereço: Estrada Municipal do Bauzinho, s/n – Acesso pela Rod. Municipal Thomaz Alckmin – Bairro Paiol Grande (Usamos o waze para chegar);
  • Estacionamento disponível no local;
  • Informações detalhadas das trilhas;
  • Site oficial de São Bento do Sapucaí;
  • Post atualizado em 12 de fevereiro de 2021.

E aí? Já esteve no Complexo Pedra do Baú? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha curtido o post e, se tiver qualquer dúvida sobre a trilha da Pedra do Baú, fique à vontade para deixar seu comentário por aqui!

Voltar ao topo


Veja também

Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC, com MBA em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Pedagoga formada pela UNINOVE, com MBA em Marketing Digital também pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências em viagens, bem como inspirar outros viajantes a viajar cada vez mais.

2 thoughts on “Por que visitar a famosa Pedra do Baú em São Bento do Sapucaí

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: