Vale do Arco-Íris e Petróglifos: San Pedro do Atacama

Descubra o que tem no Vale do Arco-Íris, uma imensa região cercada por montanhas com diferentes tons de cores no Deserto do Atacama.

O Vale do Arco-Íris (ou Valle del Arcoiris) tem esse nome devido ao colorido das falésias formadas por diferentes minerais. Embora não esteja entre os tours mais procurados do deserto chileno, o local impressiona pela sua beleza.

É uma opção para quem tem mais tempo no Atacama e também para quem quer fugir dos passeios mais tradicionais. Venha conhecê-lo com a gente!

Vale do Arco-Íris Chile
Está localizado cerca de 1h de carro de San Pedro de Atacama (80 km), a 3.500 metros de altura
Vale do Arco-Íris como ir
Trata-se de uma imensa região cercada de montanhas com diferentes tons de cores (daí o nome do local)

Vale do Arco-Íris

O Vale do Arco-Íris está localizado cerca de 1h de carro de San Pedro de Atacama (80 km) a 3.500 metros de altura – uma altitude alta, mas não é uma das mais elevadas entre os passeios – podendo ser uma opção para ser feito nos primeiros dias no deserto, quando você está se aclimatando com a altitude da região.

Saímos do hotel por volta das 9h e ainda fazia muito frio. Primeiro passamos pela estrada que leva a cidade de Calama (sentido aeroporto) e depois pela estrada Rio Grande até chegarmos ao Vale do Arco-Íris.

Chegando no vale, o guia nós explicou que, as diferentes cores das montanhas se originaram devido a grande quantidade de minerais, pelos vários processos de erosão e pelo resfriamento da lava expelida dos vulcões a milhares de anos atrás.

Os distintos minerais apresentam uma coloração avermelhada, esverdeada e esbranquiçada que dão vida ao solo seco da região. Incrível, não?!

+ Encontre seu hotel em San Pedro de Atacama e garanta os melhores preços!

Vale do Arco-Íris como chegar
As diferentes cores se originaram devido a grande quantidade de minerais, aos vários processos de erosão e pelo resfriamento da lava expelida dos vulcões
Vale do Arco-Íris clima
Os distintos minerais apresentam uma coloração avermelhada, esverdeada e esbranquiçada que dão vida ao solo seco da região

Petróglifos

Depois seguimos para Yerbas Buenas, uma área do deserto que tem a maior concentração de arte rupestre ou petróglifos (gravuras sobre pedras). No entanto, o acesso aos desenhos não é tão fácil, pois é preciso caminhar entre as rochas para conseguir se aproximar das artes.

Os petróglifos foram marcados nas pedras por diversas civilizações que por ali passaram há milhares de anos atrás. Há desenhos de animais como burros selvagens, cabras, lhamas, raposas e macacos. Gravuras feitas com sangue de animais e flores, que serviam como uma forma de comunicação entre os povos.

Petróglifos Atacama
Petróglifos são gravuras marcadas nas pedras

Petroglifos de Hierbas Buenas, Río Grande, Chile, 2016-02-05, DD 02
Petróglifos | Foto: Diego Delso [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons
Petroglifos de Hierbas Buenas, Río Grande, Chile, 2016-02-05, DD 01
Petróglifos | Foto: Diego Delso [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons

Café da Manhã

O passeio terminou com café da manhã oferecido pela agência e incluso no preço do tour.

Outro ponto que vale a pena mencionar é que por não ser um passeio muito procurado pelos turistas, a visita costuma ser bem tranquila – você vai ter tempo para fazer fotos bem legais.

Só para se ter ideia, o nosso grupo tinha 4 pessoas, mais o motorista e o guia, e durante o passeio encontramos apenas outro grupo pequeno de turistas.

Entrada: 3.000 pesos chilenos (R$ 20,00) preço referente abril/2015. Lembramos que os valores e à taxa de câmbio podem sofrer alterações a qualquer momento.

+ Encontre seu hotel em San Pedro de Atacama e garanta os melhores preços!

Petróglifos história
O acesso aos desenhos não é tão fácil, pois é preciso caminhar entre as pedras para conseguir se aproximar dos desenhos
Vale do Arco-Íris e Petróglifos
Os petróglifos foram marcados nas pedras por diversas civilizações que por ali passaram há milhares de anos
O que significa petróglifos
Por não ser um passeio muito procurado pelos turistas, costuma ser bem tranquilo para se visitar e tirar boas fotos

Informações úteis

  • O que levar: agasalho para se proteger do frio e vento, protetor solar, protetor labial, boné e óculos de sol.
  • Leve um lanche, caso não esteja incluso no tour (verifique a disponibilidade com sua agência de turismo). Nos locais visitados não há comercio de produtos;
  • Vale lembrar: é importante se hidratar, o ideal é manter uma garrafinha d’água sempre por perto;
  • Horário: o passeio tem duração aprox. de 4 horas e pode ser feito pela manhã ou à tarde;
  • Acessibilidade: por se tratar de uma área natural os trechos possuem pisos menos favoráveis dificultando a locomoção de cadeiras de rodas;
  • Página oficial de San Pedro de Atacama;
  • Post atualizado em 16 de julho de 2021.

Rota de San Pedro de Atacama até o Vale do Arco-Íris

Leia mais


E aí? Já esteve no Atacama? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha curtido o post e, se tiver qualquer dúvida sobre o Vale do Arco-Íris e Petróglifos, fique à vontade para deixar seu comentário por aqui!

Voltar ao topo


Veja também

Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC, com MBA em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Pedagoga formada pela UNINOVE, com MBA em Marketing Digital também pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências em viagens, bem como inspirar outros viajantes a viajar cada vez mais.

One thought on “Vale do Arco-Íris e Petróglifos: San Pedro do Atacama

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: