Museu do Louvre Paris: como visitar, história, curiosidades e obras

Conheça a história, curiosidades e importantes obras do Museu do Louvre, o maior espaço de arte do mundo e uma das principais atrações de Paris.

Inaugurado em 1793 as margens do Rio Sena, o Museu do Louvre é um dos prédios mais importantes da França e um dos mais visitados do mundo, recebendo cerca de 9 milhões de visitantes por ano (Fonte: Exame). Além disso, abriga um acervo com mais de 380 mil itens e mais de 35 mil obras de arte permanente com destaque para: Vitória Samotrácia, Vênus de Milo, Escravo morrendo de Michelangelo e a icônica Monalisa de Leonardo da Vinci. Quer saber mais?

História do Museu do Louvre

A história do museu teve início em 1190, quando o rei Filipe Augusto decidiu construir uma fortaleza com o objetivo de defender Paris contra possíveis ataques. Então no século seguinte, o rei Carlos V transformou o prédio em um palácio real e, desde então, o lugar sofreu inúmeras transformações.

Outra curiosidade é que a construção é gigantesca, dispõe de uma área total de 360 mil metros², sendo 72 mil metros² de galerias de arte. Logo, o ideal é reservar mais de um dia para conhecê-lo por completo.

Se liga na dica! Aproveite sua visita ao Louvre para ver (ou rever) o filme “O código da Vinci” (2006). Pois o longa-metragem tem algumas cenas internas na galeria, bem como algumas hipóteses sobre Leonardo da Vinci e os cavaleiros templários que deixarão sua visita ainda mais interessante.

É emocionante (mesmo para quem não curte museus) admirar as obras de arte que são um marco na história da humanidade, concorda?

Paris o que fazer
Inaugurado em 1793, as margens do Rio Sena, a construção é uma das mais importantes da França
Onde fica o Museu do Louvre
Abriga um acervo com mais de 380 mil itens e mais de 35 mil obras de arte permanente
Paris onde fica
A história do monumento teve início em 1190, quando o rei Filipe Augusto decidiu construir uma fortaleza com o objetivo de defender Paris contra possíveis ataques

As pirâmides do Louvre

O espaço destaca-se pela combinação da arquitetura clássica e moderna, podendo ser observada logo na entrada com uma grande pirâmide de vidro, projetada pelo arquiteto chinês-americano Ieoh Ming Peié e inaugurada em 1988.

Ao todo são cinco pirâmides no prédio, sendo três esculturas pequenas ao lado da principal e uma pirâmide invertida no piso inferior. Inclusive, na entrada do Carrousel du Louvre encontra-se um mini-shopping com diversas lojas, livrarias, cafés e um restaurante de cozinha tradicional francesa.

A pirâmide principal é formada inteiramente de vidro, atinge 20,6 metros de altura e funciona como entrada principal do complexo. E tem mais, sua construção gerou polêmica na época, isto porque algumas pessoas acreditavam que a obra iria confrontar negativamente com a arquitetura clássica do edifício. No entanto, hoje a pirâmide é um majestoso monumento apreciado pelos turistas do mundo todo.

Outro ponto que vale a pena mencionar é que o museu possui cinco andares e está dividido em três pavilhões: Sully, Richelieu e Denon. Detalhamos um pouco mais sobre a distribuição das exposições e departamentos, bem como as obras que consideramos imperdíveis. Acompanhe!

+ Encontre seu hotel em Paris e garanta os melhores preços!

As pirâmides do Louvre
As pirâmides do Louvre
Paris quando ir
Vale dizer que o prédio é gigantesco, deste modo, o ideal é reservar mais de um dia para conhecê-lo por completo
Informações Museu do Louvre
É emocionante admirar obras de arte que são marcos na história da humanidade
Pirâmide invertida
Pirâmide invertida

Museu do Louvre obras importantes

02º subsolo

  • Bilheteria
  • Livraria
  • Lojas
  • Auditório
  • Exposições

01º subsolo

  • Esculturas / França (1600-1700)
  • Antiguidades gregas (6500-500 a.C.)
  • Esculturas / Europa (500-1600)
  • Arte islâmica (700-1800)
  • Arte do próximo Oriente e Egito (30 a.C. – 1800 d.C.)
  • Pavilhão do Relógio (Do palácio até ao museu)
Paris como ir
O espaço destaca-se pela combinação da arquitetura clássica e moderna
Museu do Louvre obras
A construção possui cinco andares e está dividido em três pavilhões: Sully, Richelieu e Denon
Paris atrações
Incrível essa obra de arte no teto
An Old Man and his Grandson
An Old Man and his Grandson – Domenico Ghirlandaio (1490)

Térreo

  • 700 a.C. – 1900 d.C. – Arte da África, Ásia, Oceânia e Américas
  • 500-1850 – Esculturas / França
  • 7500 a.C. – 500 d.C. – Antiguidades do Próximo Oriente
  • 4000-30 a.C. – Antiguidades egípcias, apresentação da civilização
  • 1500-1850 – Esculturas / Europa
  • 100 a.C. – 500 d.C. – Antiguidades romanas
  • 900-200 a.C. – Antiguidades etruscas e da península itálica
  • 500-30 a.C. – Antiguidades gregas
Como visitar Museu do Louvre
Antiguidades gregas
L Européenne
L Européenne (Será que parece comigo???)

A Grande Esfinge

A Grande Esfinge foi descoberta em 1825 entre as ruínas do templo de Amón (deus da mitologia egípcia), em Tanis, cidade que foi capital do Egito durante as dinastias  XXIII a.C. e XXI a.C. No entanto, alguns arqueólogos acreditam que a estátua com corpo de leão e cabeça de rei, foi confeccionada em um período posterior cerca de 2600 a.C.  (XXVII a.C. e XXVI a.C.).

Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! Insira o código DOCVIAGEM5 e ganhe 5% de desconto na escolha do seu seguro pela SegurosPromo.

A Grande Esfinge
A Grande Esfinge
A Grande Esfinge Paris França
A Grande Esfinge
Como entrar no Museu do Louvre
O Leão e eu (fazendo amizade)

Vênus de Milo

Medindo 2,02 metros de altura, a Vênus de Milo é uma obra da Grécia Antiga descoberta em 1820 na ilha de Milo. É composta basicamente por mármore e por grampos de ferro – uma técnica comum dos gregos antigos. Outro fato curioso é que a estátua não possui braços e, por essa razão, há várias teorias não confirmadas sobre a perda dos membros superiores.

E tem mais, sua autoria é desconhecida, sendo apenas identificada como uma criação do período helenístico (período da história da antiga civilização grega entre os séculos IV a.C. e I a.C.).

Como ir ao Museu do Louvre

Vitória de Samotrácia

A Vitória de Samotrácia foi descoberta em 1863 na ilha de Samotrácia na costa da Trácia – região histórica da Europa, atualmente dividida entre a Grécia, Turquia e a Bulgária. A estátua representa a deusa grega Nice (deusa da vitória, força e velocidade). Mas não é tudo, seu autor permanece desconhecido e acredita-se que a obra foi construída entre 220 e 190 a. C. Certamente a imagem é mais uma notável sobrevivente do período helenístico.

Vai alugar um carro? A nossa parceira RentCars te ajuda a encontrar os melhores preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura.

Nike of Samothrake Louvre Ma2369 n2
Vitória de Samotrácia – Foto: See page for author [Public domain], via Wikimedia Commons

1º andar

  • Grã-Bretanha / Estados Unidos / Pinturas (1550-1850)
  • Espanha / Pinturas (1400-1850)
  • Itália / Pinturas (1250-1800)
  • França / Pinturas (1780-1850)
  • Artes decorativas / Europa (1550-1850)
  • Antiguidades gregas e romanas (700 a.C. – 400 d.C.)
  • Pavilhão do Relógio (Um museus as coleções)
  • Antiguidades egípcias, apresentação cronológica (4000-30 a.C.)
  • Artes decorativas / Europa (500-1850)

Monalisa de Leonardo da Vinci

Prepara-se para tentar se aproximar da mais famosa obra de Leonardo da Vinci, a Monalisa, isso porque ao chegarmos na galeria encontramos muitas pessoas em torno desse quadro e tivemos que esperar um pouquinho até conseguirmos fazer uma selfie com “La Gioconda”.

Nascido em 1452, na Itália, Leonardo da Vinci foi um dos principais nomes do Renascimento – período da história europeia durante os séculos XIV à XVI. Além disso, é considerado um gênio devido ao seu talento para pintura, engenharia, matemática, arquitetura, astronomia, física, geologia, química e inventor de instrumentos musicais. Ufa!!

Mas não para por aí! Concebeu ideias à frente de seu tempo, tais como: a criação de uma bomba hidráulica para elevar água, um tanque de guerra, técnica de construção de pontes metálicas, uma calculadora, projetos de máquinas voadoras, estudos de plantas, armas de guerra e anatomia.

Da Vinci foi morar na França a convite do rei Francisco I, onde realizou inúmeros trabalhos para a corte até sua morte em 1519. Suas principais obras incluem: Monalisa (1503), A Última Ceia (1498), A Anunciação (1472), Autorretrato (1512) e São João Batista (1513).

Mona Lisa Louvre
Tentando chegar perto da Monalisa
Paolo Veronese Jupiter Hurling
Paolo Veronese Jupiter Hurling

2º piso

  • Pinturas / Europa do Norte (1350-1850)
  • Pinturas – França (1350-1850)
  • Pavilhão do Relógio (O Louvre de hoje e de amanhã)

Como visitar o Museu do Louvre?

Chegue cedo, assim você conseguirá apreciar as obras com mais calma, uma vez que nos finais de semana e feriados o espaço recebe muitos visitantes, portanto além de ficar “cheio”, formam-se filas de espera para conseguir entrar no prédio. Logo na entrada, você poderá retirar um mapa gratuito disponível em vários idiomas (inclusive em português).

Outra dica é ficar atento aos seus pertences, pois os furtos podem acontecer em qualquer lugar do mundo, principalmente em grandes atrações turísticas como o Museu do Louvre. Sendo assim, é interessante andar com pochete invisível/doleira, mantenha bolsas e mochilas sempre próximas ao corpo.

Museu do Louvre por dentro

Informações Úteis

  • Horário de funcionamento: aberto todos os dias (exceto terça-feira) das 9h às 18h / Abertura noturna até às 21:45 às quartas e sextas-feiras / Fechado nos seguintes feriados: 1º de janeiro, 1 de maio, 25 de dezembro;
  • Acessibilidade: possui acesso para o deslocamento de portadores de necessidades especiais;
  • Não é permitido fotografar com flash dentro do ambiente;
  • Endereço: Musée du Louvre, 75058 Paris – França (Metrô: Palais-Royal Musée du Louvre (linhas 1 e 7);
  • Site oficial Museu do Louvre;
  • Se liga na dica! Os passeios poderão sofrer alterações sem aviso prévio. Por isso, também é interessante consultar os sites oficiais das atrações;
  • Post atualizado em 17 de março de 2020.

Leia mais


E aí? Já esteve no Museu do Louvre? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha curtido o post e, se tiver qualquer dúvida sobre os pontos turísticos de Paris, fique à vontade para deixar seu comentário por aqui!

Voltar ao topo


Veja também

 

Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC, com MBA em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Pedagoga formada pela UNINOVE, com MBA em Marketing Digital também pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo-Brasil e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências de viagem, bem como inspirar outros viajantes a continuarem viajando.

2 thoughts on “Museu do Louvre Paris: como visitar, história, curiosidades e obras

  • 25/11/2017 em 19:32
    Permalink

    Amei o relato… O Louvre tem muita coisa interessante, tanto que da próxima vez quero ir com mais calma e ficar mais tempo. Em breve vou escrever meu post sobre ele Tb… mas olha, tem que ter paciência… nem sei por onde começar. Mas o de vocês está perfeito! Parabéns

    Resposta
    • 25/11/2017 em 21:50
      Permalink

      Obrigado Ju! Verdade mesmo..o Louvre é tão grande e rico em obras que fica dificil retratar em palavras sem se tornar massante. Mais uma vez agradecemos a visita! Abs 💙💙

      Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: