Fernando de Noronha dicas de como ir, o que fazer e o que levar

O belo arquipélago de Fernando de Noronha está cercado por águas claras, abundância de corais, crustáceos, tartarugas, golfinhos e uma grande variedade de espécies de peixes e tipos de cardume. A ilha tem paisagens surreais que parecem ter saído dos sonhos. A sensação é de estar chegando num lugar mágico dado os seus encantos naturais.

O arquipélago tem origem vulcânica e é formada por 21 ilhas/ilhotas e rochedos com 26 Km²no total (17 KM² somente a ilha principal).  Exceção à ilha principal e a secundária São José, não é permitido pisar nas demais ilhas de Noronha.

Navegue por tópicos

Dicas de Fernando de Noronha

O que fazer em Fernando de Noronha

Museu do Tubarão

Apesar de pequeno, o local possui muita informação disponível sobre esta importante espécie marinha que é injustamente marginalizada pelos filmes de Hollywood. Sempre há um guia no local para esclarecimento de dúvidas e explicação sobre as diferentes espécies. Há também uma lojinha e um restaurante. Na parte externa do museu, você vai encontrar algumas esculturas feitas para os turistas tirarem fotos, além de um antigo canhão e ancora.

Está localizado próximo ao porto. Aproveite para visitar a Capela de São Pedro e o Mirante do Buraco da Raquel/Air France que ficam bem próximos.

Não é necessário pagar entrada.

Endereço: Rua Joaquim Ferreira, Fernando de Noronha.

Museu do Tubarão
Apesar de pequeno, o Museu do Tubarão possui muita informação disponível sobre esta importante espécie marinha
Onde Fernando de Noronha fica
Sempre há um guia no local para esclarecimento de dúvidas e explicação sobre as diferentes espécies
Museu do Tubarão
Há também uma lojinha e um restaurante
Como ir Fernando de Noronha
Na parte externa do museu, você vai encontrar algumas esculturas feitas para os turistas tirarem fotos, além de um antigo canhão e ancora

Capela de São Pedro dos Pescadores

A simplicidade da pequenina capela no alto de um morro faz dela ainda mais bonita. Não deixe de admirar a vista do entorno da capela.

É possível subir de carro/buggy até a capela, por uma ladeira bastante íngreme e cheia de pedras.

Capela de São Pedro dos Pescadores
A simplicidade da pequenina Capela de São Pedro dos Pescadores no alto de um morro faz dela ainda mais bonita

Centro Histórico de Fernando de Noronha

O Centro histórico fica na região com mais infraestrutura turística da ilha que é a Vila dos Remédios. Conhecer um pouco sobre a história da ilha e visitar construções antigas é muito enriquecedor. Um dos prédios históricos é a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, inaugurada em 1772 (levou mais de 40 anos para ser finalizada).

+ Encontre seu hotel em Fernando de Noronha e garanta os melhores preços!

É a igreja matriz da ilha onde são celebradas as missas (quartas e domingos), bem como casamentos pré-agendados.

Centro histórico de Fernando de Noronha
O Centro histórico fica na região com mais infraestrutura turística da ilha que é a Vila dos Remédios
Igreja de Nossa Senhora dos Remédios
Um dos prédios históricos é a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, inaugurada em 1772 (levou mais de 40 anos para ser finalizada
Igreja matriz de Fernando de Noronha
É a igreja matriz da ilha onde são celebradas as missas nas quartas e domingos, bem como casamentos pré-agendados

Outro atrativo do centro histórico é a Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios, que foi construído no século XVIII sob as ruínas de um forte holandês e voltado para a Baia de Santo Antonio. O forte em si já é um atrativo pela sua história, some a isto a linda vista proporcionada do morro do Pico e dos inúmeros barquinhos do porto. Foi dali que conseguimos ver inúmeros golfinhos nadando em direção ao porto logo pela manhã.

Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios
A Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios foi construída no século XVIII sob as ruínas de um forte holandês e voltado para a Baia de Santo Antonio
O que fazer Fernando de Noronha
O forte em si já é um atrativo pela sua história, some a isto a linda vista proporcionada do morro do Pico e dos inúmeros barquinhos do porto

Visita ao Projeto Tamar

Visitar o Projeto Tamar e assistir as suas palestras é algo muito enriquecedor que todo turista deveria fazer. O projeto tem como foco principal as tartarugas marinhas, onde é possível ver réplicas em tamanho real das diferentes espécies e aprender sobre os seus hábitos, regiões habitadas e suas principais ameaças.

Os biólogos também fazem palestras educativas na praia do Boldró, com data e hora marcada (segundas e quintas), onde é feita uma captura cientifica de tartarugas com demonstração de pesagem e medição.

Todas as noites as 20 hrs acontece uma palestra no auditório sobre um tema pré-selecionado. Consulte os temas no site oficial.

Não é necessário agendar participação nas palestras oferecidas, nem pagar ingressos para conhecer o Tamar.

É sempre bom aprender um pouco mais sobre o ecossistema e a vida animal, Conversamos com alguns biólogos e é visível o amor pela profissão e pela natureza e a vontade de repassar o conhecimento para conscientizar futuras gerações com a importância da preservação das espécies.

Também há uma lojinha no local com produtos a venda do projeto Tamar, caixa eletrônico 24 hrs,, lanchonete e sanitários.

Abre diariamente das 9:00 as 22:00.

Endereço: Alameda do Boldró

Site oficial: Projeto Tamar

Projeto Tamar Noronha
Visitar o Projeto Tamar e assistir as suas palestras é algo muito enriquecedor que todo turista deveria fazer

Como viajar para Fernando de Noronha
O projeto tem como foco principal as tartarugas marinhas, onde é possível ver réplicas em tamanho real das diferentes espécies

Como chegar e circular por Noronha

Os voos para Noronha partem de Natal (quartas e domingos) e Recife (todos os dias). As companhias aéreas que operam no trecho são Azul e Gol.

Dica: Para se ter uma linda vista panorâmica do avião, optar por uma poltrona (janela) do lado esquerdo na ida e do lado direito na volta (se possível na parte de traz do avião).

Noronha é uma ilha relativamente pequena, porém com muitas subidas e descidas e estradinhas de terra com pedras que levam até as praias, o que torna um pouco difícil a sua locomoção.

Como ir a Fernando de Noronha gastando pouco
Os voos para Noronha partem de Natal (quartas e domingos) e Recife (todos os dias)

Vide opções para circular pela Ilha

Táxi – o valor gira em torno de 30/40 reais o trecho entre o centro e uma praia no extremo da ilha. É bastante cômodo de usar, o único porém, é o sinal do seu celular não pegar em alguma das praias para chamar um táxi para retornar, o que pode ser resolvido combinando o horário de retorno com o taxista .

+ Encontre seu hotel em Fernando de Noronha e garanta os melhores preços!

Transporte público – começa a operar às 05:00 e termina às 22:00 (dias úteis). Os ônibus circulam entre o Porto e o Sueste, trafegando pela via asfaltada passando por seus 21 pontos de parada. É uma opção barata, mas tem a desvantagem de não chegar próximo à maioria das praias, além de ter que aguardar um dos 2 ônibus que circulam pela ilha passar. Vide roteiro no link.

Acesso a Fernando de Noronha
O transporte público é uma opção barata, mas tem a desvantagem de não chegar próximo à maioria das praias

Fernando de Noronha carros

Aluguel de buggy/carro – é uma boa opção para quem quer liberdade para curtir no seu tempo cada canto da ilha. A locação é bem concorrida principalmente na alta temporada, além do que é bom lembrar que os buggys sofrem com a maresia e é uma “roleta russa” pegar um buggy  em perfeitas condições. Foi a nossa opção e nos atendeu, apesar de alguns perrengues que passamos.

Nosso buggy “pediu água” 2 vezes (pneu furado e direção desregulada) e conseguimos contato imediato para o conserto. Um ponto negativo para a opção é o alto valor de locação e o custo da gasolina (quando visitamos estava R$ 7,29). Dica 1: alugue com operadoras que forneçam suporte 24 hrs para qualquer imprevisto.  Dica 2: Ofereça carona, uma boa ação sempre volta em dobro.

Aluguel de buggy Fernando de Noronha
Aluguel de buggy/carro é uma boa opção para quem quer liberdade para curtir no seu tempo cada canto da ilha

Caminhando/Carona – vimos muitas pessoas fazendo os passeios a pé, e também demos várias caronas. É uma opção que só recomendamos para quem precisa economizar e gosta muito de caminhar. Como já citamos acima, a ilha é pequena, porém não é plana.

Quando ir para Fernando de Noronha

Há épocas mais agitadas em terra e no mar em Noronha e é isto que basicamente norteia a melhor época para se visitar a ilha sem esquecer também dos preços que variam de acordo com a alta/baixa temporada.

De Janeiro a Março – é alta temporada na ilha, o fluxo de turistas é grande e os preços tendem a ficarem mais altos. É preciso se programar para ir nesta época garantindo reservas de hotéis/passeios com antecedência. O mar é um pouco mais agitado e propicio para a prática de surf;

De Abril a Junho – é baixa temporada e os preços tendem a cair. Outro ponto positivo é que o mar começa a acalmar, já o negativo é que aumenta a incidência de chuvas.

Julho – é época de férias e novamente a alta temporada faz os preços subirem. O mar já vai estar mais calmo e bom para mergulho. Assim como o período de Janeiro a Março, é necessário se programar e garantir reservas de hotéis/passeios com antecedência.

Agosto a Novembro – uma das melhores épocas para ir (inclusive com crianças pequenas), com mar parado e excelente para prática de snorkel, mergulho e passeios de barco. Em suma, ruim para os surfistas bom para os mergulhadores. Viajamos para o Noronha em outubro de 2018 e para nós foi uma ótima escolha.

Dezembro – A ilha fica muito cheia com a proximidade do final do ano e os preços atingem as alturas no final do ano. É a época de maior agito na ilha com muitas baladas. Não é difícil esbarrar com algum famoso nesta época do ano. O mar começa a ficar agitado e bom para prática de surf.

Praia da Cacimba do Padre
Acompanhamos um lindo pôr do sol na Praia da Cacimba do Padre

O que levar para Fernando de Noronha

  1. Leve repelente e protetor solar, no entanto, algumas piscinas naturais o uso não é recomendado com o intuito de preservar a qualidade da água e o meio ambiente;
  2. É importante ter um bom tênis para quem for desbravar as diversas trilhas da ilha.
  3. Para quem curte a pratica de snorkel, tenha sempre à mão uma máscara de mergulho/snorkel;
  4. Sapatilhas de banho para evitar machucar os pés nas pedras, equipamentos a prova de água (capinha impermeável para celular, GoPro com acessórios para mergulho);
  5. A maioria dos lugares já aceita cartão de crédito. Somente usamos dinheiro para pequenos gastos;
  6. Outra dica importante: não se esqueça de levar seu “kit farmácia”, com medicamentos de uso contínuo (se for o caso) e remédios para dor de cabeça, diarreia, gripe, antialérgico, enjoo, além de fitas para curativos de cortes e machucados (todo medicamento deve ser prescrito por um médico).
  7. Confira nosso “checklist” de verão aventura do que levar para sua viagem;

Informações Úteis

  • Fernando de Noronha é uma esmeralda já lapidada, preserve-a para que futuras gerações tenham o privilégio de visitá-la com a mesma beleza atual;
  • A voltagem no Fernando de Noronha é 220v;
  • Site oficial de Fernando de Noronha;
  • Clique aqui para ver o mapa de Fernando de Noronha;
  • Post atualizado em 21 de Novembro de 2018;
  • Todos os dados deste blog são apenas informativos, os passeios poderão sofrer alterações sem aviso prévio. Recomendamos consultar também os sites oficiais das atrações.

Leia mais

Assista nosso vídeo: Dicas de Fernando de Noronha


Já esteve em Fernando de Noronha? Conte-nos como foi sua experiência!


Esperamos que tenha gostado e ficamos à disposição para esclarecimento de dúvidas, sugestões ou críticas.

Um grande abraço,

Marcelo & Paula

Voltar ao topo


Veja também

Anúncios
Reserve seu hotel aqui!

Planeje sua viagem aqui!
Usando os links dos nossos parceiros, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. São empresas que confiamos e que utilizamos em todas as nossas viagens. Muito Obrigado!

Documento de Viagem

Documento de Viagem é escrito por Marcelo Nazima, Analista de Sistemas formado pela FATEC e pós-graduando em Engenharia de Software pela FIAP e por Paula Costa, Empreendedora Digital, pós-graduanda em Marketing Digital pela UNINOVE. O casal mora em São Paulo, Brasil e decidiu criar este blog para compartilhar suas experiências de viagem, bem como inspirar outros viajantes a continuarem viajando.

4 comentários em “Fernando de Noronha dicas de como ir, o que fazer e o que levar

  • em
    Permalink

    Amei as dicas! Ainda não fui mas tá na lista!! Com certeza um dos destinos mais lindos do nosso país.

    Resposta
    • em
      Permalink

      É muito lindo Juliana! Agradecemos a visita ao nosso blog!💙💙

      Resposta
  • em
    Permalink

    Muito boas as dicas, parabéns. Tenho um probleminha com datas para visitar a ilha, a logística parte lá é um pouco mais complicada do que apenas ir para algum lugar no nordeste. Está na minha lista. Obrigado

    Resposta
    • em
      Permalink

      Concordamos! Precisa conciliar o horário dos vôos que saem de Recife ou Natal e tbem tem a questão dos preços que costumam variar bastante. Abs e obrigado pela visita!

      Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: